5 Critérios Que Toda Redação Deve Atender

Agora sim, após o Carnaval, 2015 começou. As aulas nos colégios regulares começaram no início do mês de fevereiro, mas os cursinhos voltarão à rotina na próxima semana e, assim, é dada a largada para os estudos para o Enem 2015.

Em relação a prova de produção textual, é fundamental que o candidato tenha em mente, durante todo o ano, cinco critérios que toda dissertação-argumentativa deve atender: adequação à proposta; tipo textual; coerência; coesão e modalidade.

O critério adequação à proposta diz respeito ao nível de leitura e de interpretação da proposta de redação e o seu respectivo desenvolvimento. Deste modo, o candidato deve buscar compreender completamente o que a proposta de redação está pedindo e, portanto, atendê-la e não fugir do tema e sim mostrar entendimento da sua complexidade. Além disso, deve haver um projeto de texto organizado e planejado pelo qual o candidato revela seu repertório cultural.

Já o critério tipo textual refere-se ao cumprimento da estrutura e dos objetivos do tipo textual requerido pela proposta de redação. O candidato deve estudar a dissertação-argumentativa a fim de compreender a sua organização estrutural e as suas características discursivas para escrever um texto autoral e autônomo.

O critério da coerência, por sua vez, é importante, pois aborda as relações lógicas internas e externas à redação. As relações de sentido devem estar de acordo com as coerências internas e externas ao texto, isto é, a dissertação-argumentativa deve ser verossímil e não pode conter contradições.

O quarto critério, o da coesão, fundamenta-se em dois aspectos: na leitura do texto e nos elementos coesivos (pontuação, pronomes, advérbios, verbos, conectivos, preposições etc). Neste critério, o candidato deve demonstrar o maior domínio possível destes recursos coesivos com um encadeamento progressivo entre todas as partes do texto, desde as frases até os parágrafos (paragrafação).

E, finalmente, o critério da modalidade também fundamenta-se em dois aspectos: vocabulário e uso da linguagem (concordância verbal e nominal, acentuação, ortografia, uso da crase etc). O candidato deve demonstrar um vocabulário amplo e diversificado e precisão vocabular, ou seja, deve saber empregar, corretamente, os vocábulos. Em relação ao uso da linguagem, deve haver o maior domínio possível deste aspecto; quanto menos desvios, maior será a nota da redação, principalmente no Enem.

Estes cinco critérios são de extrema importância para quem está estudando e se preparando para vestibulares e para o Enem e para demais provas que requerem, nas suas propostas de redação, dissertações-argumentativas. É fundamental que, ao longo de todo este ano, o candidato os tenha em mente ao ler e escrever suas propostas de redação.

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada e mestranda em Letras/Português pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em em importantes universidades públicas. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos milhares de leitores! Seus artigos serão publicados todas às quintas-feiras, não percam!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Fernando Buglia
Fernando Buglia

Físico formado pela Unicamp, professor de cursinho pré-vestibular e um dos proprietários do portal infoEnem.