A diferença entre enchente, inundação, alagamento e enxurrada

Todo ano as cidades brasileiras sofrem com as chuvas durante o verão. Imagens e vídeos dos estragos causados pela água circulam na imprensa e também nas redes sociais. Na segunda-feira, dia 10/02/2020, não foi diferente, a grande São Paulo e diversas cidades do interior sofreram com as fortes chuvas. Foram centenas de pontos de alagamento, pessoas ilhadas, linhas de trem e metrô paradas e algumas vítimas fatais. Vamos conhecer um pouco como assunto pode ser cobrado na prova do Enem.

Segundo informações oficiais do Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), da prefeitura de São Paulo, entre sábado (08/02/2020) e segunda-feira (10/02/2020) choveu 179,9 milímetros, quer dizer que choveu quase 180 litros de água por metro quadrado, isso equivale a 83% da média esperada para todo mês de fevereiro.

Ao retratar os problemas a imprensa e até mesmo a população emprega os termos enchentes, inundação e alagamento, mas você sabe a diferença entre ele?

Embora muitas vezes utilizados como sinônimos, os conceitos são diferentes:

Enchentes

Enchentes são processos naturais, elas ocorrem quando é atingido o nível máximo de um canal de drenagem devido ao aumento da vazão, porém, não ocorre o transbordamento das águas.

Inundação

Inundação é o transbordamento das águas de um curso de água, as inundações ocorrem quando a drenagem do rio não é capaz de conter a vazão das chuvas. O processo é agravado devido à impermeabilização das margens e retificação dos rios.

Existem três tipos de inundação:

a) Inundação fluvial – gerado pelo transbordamento de um rio.

b) Inundação marítima – transbordamento das águas do mar, geralmente causada por ressaca.

c) Inundação artificial – causada pelo rompimento de uma represa ou barragem.

Alagamento

Alagamento é uma situação momentânea gerada em áreas onde o sistema de drenagem não suporta o volume de precipitação. 

Enxurrada

Enxurrada pode ser caracterizada como o grande volume de água que escoa superficialmente, normalmente com muita força e pode gerar grandes estragos por onde passa.

Embora sejam diferentes, todos são problemas comuns às cidades brasileiras, pois a ocupação do solo urbano ocorreu de forma desordenada, priorizando a especulação imobiliária frente a preservação ambiental.

Alguns fatores contribuem para o agravamento do problema como a degradação da vegetação nas áreas de várzea, o assoreamento dos rios, a retificação dos cursos d’água, canalização, impermeabilização do solo e o acúmulo de lixo que entope bueiros e galerias. Os piscinões que deferia mitigar as inundações, acabam agravando os problemas, pois a falta de manutenção e o acúmulo de lixo provocam o transbordamento e afetam as áreas próximas.

Algumas soluções podem ser aplicadas para reduzir os impactos das chuvas (especialmente de enchente, inundação, alagamento e enxurrada, como a criação de parques verdes, regulamenta o coeficiente de ocupação das edificações, aplicação de calçadas e outras coberturas permeáveis, limpeza periódicas dos equipamentos de escoamento de águas pluviais.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.