A Redação na Unicamp no Vestibular 2020 – Proposta 2

A segunda opção de tema dos candidatos ao vestibular da Unicamp 2020, seguindo o exemplo do primeiro, do qual tratamos anteriormente, foi mais um exemplo da variedade de gêneros que as propostas de redação podem exigir. O aluno deveria escolher dentre um podcast sobre biodiversidade e o tema que discutiremos hoje: uma crônica sobre o micromachismo. Vamos relembrar:

Talvez até o momento a proposta que será discutida hoje é o melhor exemplo de como a correção da redação da Unicamp funciona e de como os critérios estão interligados. O gênero deve seguir o exemplo de um dos excertos e basear-se na lista apresentada em outro. Tudo isso sendo bem feito (ou seja, as tarefas pedidas no início cumpridas e a inspiração nos textos motivadores deixada clara na redação), a boa nota está garantida.

Primeiramente, a crônica é o tipo de texto que deveria ser construído caso o aluno escolhesse a segunda opção ao invés do podcast (assunto da semana passada). Como esclarecido na própria proposta, trata-se de uma história narrada (uso de primeira pessoa liberado, ebaa!!), mas relacionada mais ao cotidiano do que a situações fantasiosas. A crônica também deve atentar-se em trazer perspectivas e sentimentos do autor em relação ao evento.

Para construir a crônica exigida de forma satisfatória e com todos os elementos necessários para uma boa avaliação de acordo com a grade de correção da redação da Unicamp (da qual já tratamos nesta coluna), é preciso ler com atenção os textos motivadores (uma das primeiras regras de uma boa produção de redação em concursos e vestibulares), apenas dois desta vez. O primeiro é a matéria que trata do micromachismo mencionada no início da proposta. Ela dá alguns exemplos de atitudes e situações que podem demonstrar o machismo mais “sutil”, mais enraizado e, em alguns momentos e para algumas pessoas, imperceptível. É dessa lista que o tema para a crônica deve sair. Caso, para sua sorte não tenha vivido nada parecido, tente pensar em alguma situação que presenciou e na qual reparou alguma das opções da matéria ocorrendo. Se bem que, se fizermos uma forcinha, certamente lembraremos de algo que fizemos, dissemos ou ouvimos e vivenciamos que refletia alguma das coisas listadas. Em seguida, no segundo texto, temos um exemplo de crônica a ser seguido, com um caso de machismo (vamos combinar que a situação do excerto dois de “micro” não tem nada, não é mesmo?). É a partir dele que o aluno pode desenvolver um texto com uma organização parecida.

Seguindo o molde do segundo texto motivador, portanto, a construção é relativamente simples. Primeiro, um relato do ocorrido (escolhido dentre uma das opções da matéria, só para lembrar). No momento em que se identifica o micromachismo, é interessante relatar a reação do momento (tida como normal até então, conforme instruções da proposta) e, logo em seguida, mencionar o fato de notar o machismo presente na situação. Se possível, oferecer justificativas para considerar normal anteriormente e para ter percebido a injustiça na situação pode ser um bom encerramento, juntamente com reflexões sobre possibilidades de resolução da problemática (para, pelo amor de Deus, terminarmos em um tom otimista) podem ser um bom final!

O que acharam da proposta 2 do vestibular de 2020 da Unicamp? Qual das duas propostas deste ano escolheriam para produzir? Já escreveram e/ou leram alguma crônica? Creem que é um gênero difícil de ser produzido? Contem tudo pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917