A Redação no Vestibular da Unicamp em 2019 – Proposta 2

Diferentemente de 2020, quando as regras mudaram e o aluno poderia escolher uma das redações para escrever, o candidato ao vestibular da Unicamp de 2019 deveria executar as duas propostas apresentadas naquele ano. Vamos relembrar, então, o segundo tema a ser escrito:

Fonte: https://www.projetoagathaedu.com.br/blog/redacao-unicamp/propostas-de-2019.php

A segunda produção proposta a ser feita pelo aluno candidato ao vestibular da Comvest em 2019 foi uma postagem em um fórum de um ambiente virtual da disciplina escolar Geografia. Após a leitura de textos motivadores, havia tarefas a serem cumpridas, como que em uma espécie de “guia” para a escrita.

Os textos motivadores são compostos, inicialmente, de dois gráficos. Um deles representa o PIB (Produto Interno Bruto), que indica o resultado da soma de todos os bens e valores produzidos por uma determinada região ao longo de um determinado período. O segundo representa o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), que avalia a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de um país. Em seguida, temos uma certa crítica à indústria da moda (e consequentemente ao seu consumo) como uma das mais poluidoras e prejudiciais do planeta, enquanto que, no quatro trecho, expõe-se a importância do consumo e da produção dessa mesma indústria na economia brasileira. Por fim, no quinto texto motivador, cita-se a Noruega como “campeã” por 12 anos consecutivos com o melhor IDH do mundo e as possíveis razões para que o país mantenha a posição por tanto tempo.

Após uma leitura atenta dos textos motivadores, é hora de construir a postagem e cumprir as tarefas pedidas pela proposta, que servem também como um guia para a argumentação. Primeiramente, é necessário posicionar-se. Com a ajuda dos trechos apresentados, é possível perceber que, seguindo o exemplo da Noruega, uma “receita” para um alto IDH é manter o crescimento econômico juntamente com a distribuição igualitária da renda. Sendo assim, manter este viés pode ser uma demonstração de boa interpretação dos textos, assim como um facilitador da argumentação. Em contrapartida, é interessante também realçar que o consumismo a qualquer custo pode ser prejudicial tanto para o desenvolvimento de um país (vide exploração de mão de obra em países com alto PIB) quanto para o meio ambiente. Sendo assim, estabelecendo as duas “receitas” para o aumento do PIB ou do IDH, uma possibilidade é demonstrar e exemplificar as duas, para estabelecer qual delas, de modo geral, será mais benéfica ao país e a sua população no fim das contas. Por fim, é hora de falar do Brasil, arriscando, inclusive, determinar qual a prioridade do país no momento: produção e consumo como fator de desenvolvimento ou crescimento econômico junto à distribuição igualitária de renda. Na postagem, uma das tarefas é prever em qual dos gráficos o Brasil subiria de posição seguindo uma ou outra receita, bem como qual posição alcançaria, com as devidas justificativas para o “chute” (embasado, claro), o que pode ser uma boa conclusão!

O que acharam da segunda proposta da Unicamp em 2019? Mais fácil ou mais difícil do que  a primeira? Preferem o modelo de produção de duas ou mais redações ou a escolha de apenas uma? Contem tudo pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917