A Redação Subjetiva

O fim de ano e as festas chegaram, mas o InfoEnem não para! Esperamos que vocês tenham tido um feliz Natal e que 2014 seja um ano repleto de realizações, saúde, felicidades e sucesso!

Hoje, responderemos a uma pergunta enviada a nós por um leitor sobre abordagens de temas abstratos nas dissertações.

Em relação a redação do ENEM, é pouco provável que a banca elaborada produza uma proposta com um tema subjetivo, abstrato ou filosófico, já que a tradição do exame é trazer temas de cunho social, até porque a quinta competência avaliada é uma proposta de intervenção social em relação ao tema proposto. Até hoje, em dezesseis edições, o ENEM nunca abordou um tema abstrato, apenas social.

Porém, esse tipo de tema é possível e recorrente em alguns vestibulares brasileiros importantes, como o da UNESP (Vunesp) e o da USP (Fuvest). A UNESP, por exemplo, já trouxe como proposta de redação dissertativa-argumentativa os seguintes temas:

  • “A felicidade: entre o ter e o ser” (2010);
  • “Os valores morais e sua importância na sociedade “(2010 – meio de ano);
  • “A bajulação: virtude ou defeito?” (2012) e “Escrever: o trabalho e a inspiração” (2013).

Já alguns exemplos da USP são:

  • “Reflexões sobre amizade” (2007);
  • “Fronteiras e seus múltiplos significados: geográficos, psicológicos, de pensamento, científicos, linguísticos…” (2009);
  • “O altruísmo e o pensamento a longo prazo ainda têm lugar no mundo contemporâneo?” (2011).

Esses temas costumam assustar alguns candidatos, já que o foco das escolas e cursinhos é, normalmente, temas objetivos, mas devemos estar prontos para escrevermos sobre qualquer coisa, já que surpresas podem vir tanto em temas subjetivos quanto em temas objetivos, como foi no ENEM 2012, no qual o tema “Movimento imigratório para o Brasil no século XXI” causou desespero em vários candidatos despreparados e não tão atualizados e/ou informados, o que teve como consequência uma queda na nota de redação em colégios públicos e privados brasileiros, com exceção dos públicos federais, segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação sobre o ENEM 2012. Na prova de produção escrita, as médias das escolas federais foram as únicas que subiram, de 612 para 613; já as privadas tiveram uma redução de dez pontos, de 612 para 602; as estaduais, por sua vez, caíram de 507 para 491 e, as municipais, por fim, de 544 para 533.

A subjetividade é um enfoque, um tipo de abordagem que se faz sobre os temas convencionais, tendo como objetivo fazer com que o candidato reflita de uma maneira que leve em conta seu modo de ver os fatos, a vida e o tema abordado, tendo como instrumento uma sofisticação de pensamento, deixando um pouco de lado a linguagem informativa e passando a usar uma linguagem na qual predominam as figuras estilísticas. Apesar disso, o tipo de texto pedido ainda é a dissertação, isto é, apesar do tema ser subjetivo, abstrato, o candidato deve posicionar-se e emitir um juízo de valor, senão corre o risco de não cumprir o tipo textual requerido.

A redação subjetiva nos leva além da argumentação, pois nos apresenta um conjunto mais abrangente de discussões reflexivas, um outro modo de encarar o mundo, a vida e os fatos cotidianos o que, às vezes, nos faz concluir que não há soluções definitivas para estes temas, o que é uma diferença em relação aos temas objetivos e de viés social.

Construções metafóricas e transdisciplinares (relações de sentido que extrapolam as disciplinas formais) entre o tema e disciplinas escolares, como por exemplo, História, Literatura, Artes etc são excelentes recursos para tratar de temas subjetivos e/ou abstratos a fim de articular ideias. A criticidade também deve estar presente, apesar do tema, já que o ideal é o candidato trazê-lo para a sua vida, para a sua rotina.

Além de temas subjetivos, pode haver temas filosóficos, de natureza reflexivo-filosófica, nos quais pode existir o predomínio da linguagem poética e a abordagem passa a ser introspectivo-reflexiva, na qual pode haver um aspecto especial: a emoção. Por isso, o candidato, neste tipo de prova de redação, pode abusar um pouco mais de uma linguagem mais rebuscada e de um ponto de vista que busque analisar a alma humana em confronto com o mundo. Porém, é importante não ficar passivo diante de um tema como este.

No site da Fuvest, vocês podem encontrar as provas dos vestibulares nos quais os temas mencionados acima foram propostos e, também, ler as melhores redações de cada edição, refletindo como temas subjetivos podem ser abordados. Acessem http://www.fuvest.br/b/locexa2f.php?anofuv=2014 e, acima, à direita, há uma janela (“Ir Para”) na qual vocês podem selecionar o vestibular anterior desejado.

Até a próxima semana!

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP – Atua na área de Educação exercendo funções relativas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em grandes universidades públicas. Participou de avaliações e produções de diversos materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação.

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos leitores! Suas publicações serão sempre às quintas-feiras, não percam!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.