Afinal, o Que É e do Que Trata a Biotecnologia?

A tecnologia está cada vez mais presente em nossa vida cotidiana. Podemos notar isso nos alimentos, no tratamento de doenças e nos diversos equipamentos que se tornam cada vez mais complexos e se fazem cada vez mais essenciais para a vida no século XXI. Nesse contexto está inserida a Biotecnologia, que nada mais é do que a área que estuda o emprego dessas tecnologias em seres vivos, o que também representa um ramo muito discutida atualmente.

Nos alimentos, o uso de tecnologia ainda é questionado, pois não há uma certeza sobre suas consequências. Estes são os chamados transgênicos, ou geneticamente modificados, sendo os principais deles o milho, a soja e o trigo. A alteração no DNA de uma semente possibilita que este novo ser cresça com melhores qualidades do que um sem modificações genéticas. Uma fruta, por exemplo, pode ser maior, mais doce e ainda exigir um menor uso de agrotóxicos. Entretanto, não sabemos ainda exatamente o que essa alteração no DNA pode causar em nosso organismo a longo prazo.

Outra polêmica no ramo da Biotecnologia refere-se à clonagem, ou seja, a criação de um organismo geneticamente igual a um outro. A principal questão refere-se à clonagem de seres humanos, pois se é possível melhorar os vegetais, também seria possível melhorar o homem, o que leva a um desejo de criar seres com qualidades determinadas em laboratório, ou “super-homens”, o que poderia trazer uma série de consequências negativas.

Além disso, a biotecnologia também é aplicada para criar remédios, vacinas, meios de tratar a água contaminada, fabricar produtos biodegradáveis e biocombustíveis, entre outros fins que tem como objetivo resolver problemas, sejam eles das pessoas ou ambientais, utilizando organismos vivos.

Entre suas desvantagens temos o uso muitas vezes criticado dessa área da biologia em determinados casos, como uma poluição genética devido ao descontrole da disseminação de seres geneticamente modificados, uso de agrotóxicos e a alteração no fluxo natural do ambiente.

Também existem muitas vantagens, como a cura de doenças, seja por terapia ou pelo uso de medicamentos, uma produção de alimentos melhores e em maior escala, o que pode ser muito importante para redução da fome no mundo e uma descontaminação do meio ambiente, com a fabricação de produtos biodegradáveis, já que a produção de lixo é um grande problema global, além do tratamento da água e do solo contaminados. Logo, é importante entender os dois lados, com seus argumentos de crítica e defesa.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.