Anne With an E e o Enem

A série canadense Anne With an E é uma adaptação do clássico literário Anne de Green Gables (de 1908) lançada em 2017 pela CBC Television e pela Netflix. Anne With an E nos conta a história de Anne Shirley, uma órfã tagarela que tem muito a ensinar ao público sobre respeito, imaginação e resiliência. Toda a trama se desenrola em um território interiorano, na Ilha do Príncipe Eduardo, no Canadá, no início do século XX.

A série aborda diversos temas muito importantes que podem ser aplicados no contexto do ENEM e também de outros vestibulares. É válido lembrar que a trama se originou em uma época onde muitos tabus sociais ainda eram muito existentes (lá no início do século XX), sendo assim, a diretora Moira Walley-Beckett conseguiu fazer uma grande reforma quanto aos temas abordados, deixando tudo muito mais interessante para o público no contexto do século XXI.

Em 2018 eu escrevi um artigo sobre a série que foi notado inclusive pela diretora da trama (sim!) e decidi adaptar ele para a realidade do vestibular! A seguir, confira alguns temas abordados na série que podem ser utilizados em redações do ENEM (e de outros vestibulares)!

1 — Definição de família e orgulho LGBT+

Recentemente, o Brasil se viu envolto em mais uma polêmica no cenário político envolvendo indiretamente esse tema; o projeto de lei 504/2020 (ALESP) tem como principal objetivo a proibição de LGBTs em propagandas. A deputada Marta Costa (PSD), autora do projeto, alegou que essas propagandas podem ser “má influência”, além de um incentivo à prática inadequada”.

Diversas marcas, influencers e figuras públicas se posicionaram contra o projeto, defendendo que toda forma de amor deve ser respeitada, bem como todos os modelos de família – nesse sentido, Anne With an E é um exemplo perfeito de como todos os modelos familiares devem ser respeitados.

Logo no primeiro episódio nos deparamos com uma adoção feita por uma dupla de irmãos idosos — Marilla e Matthew Cuthbert — que é amplamente comentada e criticada pelos cidadãos moradores da região de Avonlea. Anne, vítima de abusos físicos e psicológicos, encontra um lar e amor no seio de uma família não convencional. Marilla e Matthew fazem de tudo para se adaptarem a Anne, uma menina que, assim como a própria música tema da série diz “está um século à frente”.

Além disso, a abordagem do orgulho LGBT+ também pode ser observada. Com foco nos personagens de Tia Josephine e Cole, a série fala sobre os desafios enfrentados por aqueles que, em pleno século XX, precisavam se esconder para terem a “liberdade” de amar quem quiserem.

2 – Empoderamento feminino

Algumas mulheres hoje em dia dizem que “não devem seus direitos ao feminismo”, e bem, Anne With an E nos mostra justamente o contrário. Mulheres que tiveram a ousadia de pensarem fora da caixinha foram mais do que responsáveis pela criação e fortificação internacional dos direitos das mulheres. Desde as “Mães (quase) Progressistas” da primeira temporada, até a professora feminista da segunda, a série nos lembra constantemente que as mulheres do passado sofreram as mais diversas humilhações e sanções para que hoje possamos fazer coisas simples como ir à faculdade.

Além disso, há mais mulheres tanto no elenco quanto na produção de Anne With an E e isso por si só já é fantástico, visto que as mulheres ainda são minoria na área cinematográfica. Além disso, o tema da igualdade entre homens e mulheres é frequente, sendo abordado em quase todos os episódios da série. As personagens são empoderadas ao longo do desenvolvimento da história e mudam suas perspectivas de vida radicalmente. Antes fadadas unicamente ao casamento e a vida de donas de casa, agora as meninas da Ilha do Príncipe Eduardo pensam em ir à faculdade.

Você já assistiu Anne with an E? Conta pra gente nos comentários!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Raphaele Godinho
Raphaele Godinho

Raphaele Godinho: Estudante de Relações Internacionais, coordenação do movimento Resgatando e Valorizando a Mulher, Three Dot Dash Global Teen Leader 2020 by We Are a Family Foundation.