Estamos a dois meses do principal exame do país e você que vai prestar a prova, seja para tentar uma vaga em universidade pública, bolsa de estudos em faculdades particulares, ou obter o certificado de conclusão do ensino médio, já deve estar se preparando de alguma forma. É justamente deste assunto que trataremos neste artigo.

Uma estratégia simples de estudar para o Enem, porém muito eficaz, é através da resolução de edições anteriores. São muitas as vantagens e benefícios que esta prática podem lhe proporcionar. Veja os principais:

  1. Conhecer e se familiarizar como o modelo/formato da prova: saber que o Enem possui 180 questões objetivas de quatro grandes áreas e uma redação, distribuídas em dois dias de prova, não basta para o estudante ir bem no exame. Resolvendo edições anteriores, você vai mais além. Começa a se acostumar, por exemplo, com o perfil das questões e percebe que a maioria delas é interpretativa, acompanhada de longos textos, tabelas ou gráficos, os quais apresentam a própria resposta ou informações importantes para que você encontre a mesma.
  2. Treinar sua capacidade de concentração e condicionamento físico/psicológico: a dica aqui é para o estudante procurar resolver outras edições do Enem nas mesmas condições em que fará as provas no dias 3 e 4 de novembro, ou seja, sentar em uma mesa relativamente pequena e simular um dia do exame, por exemplo o segundo, em que são resolvidas as provas de Matemática, Códigos e Linguagens mais a Redação, em 5 horas e meia. Quando faz isso você percebe o quão estressante será a situação de realizar uma prova do Enem, que mais parece uma maratona de questões. Você percebe também que conseguir manter o nível de concentração, paciência e calma durante várias horas pode fazer total diferença para se atingir um bom resultado. Lembre-se que somos seres com enorme capacidade de adaptação, portanto, quanto mais vezes eu praticar e me expor a esta situação, maiores serão as chances de conquistar uma boa nota.
  3. Desenvolver uma estratégia própria para resolução do exame: outra vantagem que a realização de edições anteriores pode proporcionar ao candidato é o desenvolvimento de um plano que leve em conta suas características individuais para execução da prova. Com a experiência você vai notando que existe uma ordem que prefere para responder as questões. Alguns preferem responder as questões de cálculos/lógica primeiro, outros  sentem-se mais a vontade começando pela redação e deixando a prova objetiva para depois. Enfim, só você pode determinar, através da prática e experiência, qual a melhor sequência para buscar seu melhor resultado. Cabe colocar aqui também o fator tempo, pois devemos lembrar que o tempo médio para se responder cada questão é menos de 3 minutos!

Desta forma, caso sua escola ou material didático não ofereça simulados, você pode prepará-lo e fazê-lo sozinho. Disponibilizamos em nossa página de provas e gabaritos as edições do novo Enem (2009, 2010 e 2011) que seguem o mesmo modelo da edição deste ano, com seus respectivos gabaritos , em PDF. Lembre-se de ser rigoroso. Deu dor de barriga? Pode até ir no banheiro, mas não vale parar o tempo.

Em breve publicaremos mais artigos com dicas e estratégias de estudo. Bom trabalho!

 

Veja também:

 

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.