Enem 2015 Registra Menor Índice de Abstenção Desde 2009

O Ministério da Educação (MEC), representado pelo ministro Aloizio Mercadante, informou que o índice de abstenção no Enem 2015, que nada mais é do que a porcentagem de faltosos, foi de 25,5% (equivalente a mais de 1,9 milhão de candidatos), a menor registrada desde novo modelo do exame, instituído a partir de 2009.

A informação foi divulgada em entrevista coletiva realizada em Brasília, logo após o término das provas desta edição. Entre dados e declarações, o ministro também lembrou que no ano passado a taxa de isenção no Enem chegou a 28,9%.

Números mais detalhados, como o percentual de faltosos em cada estado, também foram publicados. Conforme o balanço, Paraíba e Piauí foram as unidades federativas que mais contribuíram para queda na quantidade de ausentes, com os menores índices de abstenção, 20,7% e 21,2%, respectivamente.

Durante a coletiva Mercadante ainda aproveitou para reforçar a regra que pune candidatos que receberam o benefício da isenção e não compareceram às provas. Conforme determina o edital, concorrentes nesta situação que quiserem participar do Enem 2016 não terão mais direito a isenção, sendo obrigados a pagar a taxa que neste ano subiu para R$ 63.

O ministro também revelou que a quantidade de participantes desclassificados foi de apenas 743, menos da metade que o ano anterior, quando 1.519 pessoas foram excluídas. Por fim ele comemorou o sucesso na aplicação das provas:

Chegamos ao final do Enem com o mais absoluto êxito; fazer um exame desta dimensão é um grande avanço para educação brasileira.

Fonte: Ministério da Educação

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.