Entenda a Diferença Entre Resumo e Resenha

Existem várias técnicas e dicas que podem tornar seus estudos muito mais eficientes para o Enem. Inclusive, já escrevemos sobre o assunto (clique aqui e leia a matéria). Dentre elas, duas costumam causar bastante confusão entre os vestibulandos de todo o país. Afinal, qual a diferença entre resumo e resenha?

Nossa primeira saída, claro, é apelar para o bom e velho dicionário. De acordo o Michaelis Online, temos:

  • Resumo: 1- Ato ou efeito de resumir. 2- Condensação em poucas palavras do que foi dito ou escrito mais extensamente. Em livros pode ser localizado na folha de rosto ou na folha que antecede o texto. 3- Compêndio, epítome, sinopse, sumário. 4- Obra resumida, para uso nas escolas; compêndio. 5 -Recapitulação sumária.

 

  • Resenha: 1- Ação ou efeito de resenhar. 2 -Descrição minuciosa. 3- Enumeração cuidadosa e circunstanciada. 4 -Lista pormenorizada. 5 -Notícia em que há certo número de nomes ou assuntos similares.

De uma forma mais simplificada, podemos dizer que o resumo visa sintetizar um texto-fonte, ressaltando os trechos mais relevantes, sem adicionar comentários e/ou opiniões pessoais. Já a resenha tem como característica principal ser um texto optativo. Ou seja, tem a presença de uma avaliação crítica do fragmento analisado.

Entendido. Mas qual estratégia devo usar na hora de estudar?

Depende! Quando estamos estudando disciplinas que visam memorização e acúmulo de informação, como química, física ou biologia, o resumo é muito mais eficiente. Entretanto, quando estamos nos preparando para um debate que ocorrerá numa sala de aula ou mesmo separando algumas informações para produzir uma redação, a resenha tem muito mais valor.

Cabe a você saber identificar qual destas técnicas é mais adequada para determinada sessão de estudos e colocá-la em prática.

Ainda tem dúvidas? Assista o vídeo abaixo!

Sobre o Autor

Fernando Buglia
Fernando Buglia

Físico formado pela Unicamp, professor de cursinho pré-vestibular e um dos proprietários do portal infoEnem.