Escolas Literárias Luso-Brasileiras – Realismo

Para continuar os estudos em Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias do Enem, vamos apresentar uma nova escola literária, o Realismo/Naturalismo, que se inicia na segunda metade do século XIX, nos anos de 1881, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas, do memorável Joaquim Maria Machado de Assis. Vale lembrar que Machado tem uma fase no Romantismo e outra no Realismo, sendo considerado um autor dos dois movimentos literários.

O Realismo foi um movimento artístico e cultural, abordando um tratamento objetivo da realidade, reagindo ao subjetivismo do Romantismo. Suas principais características foram:

  1. Abordagem de temas sociais e a objetividade da realidade do ser humano.
  2. Forte caráter ideológico.
  3. Linguagem política e de denúncia dos problemas sociais, como: miséria, pobreza, exploração, corrupção, dentre outros.
  4. Linguagem clara e objetiva.
  5. Crítica às classes sociais dominantes.
  6. Racionalismo/Impessoalidade.
  7. Cientificismo/Verossimilhança/Psicologismo.
  8. Universalismo.

O Realismo e Naturalismo têm os mesmos princípios científicos, artísticos e filosóficos, divergindo apenas que o Naturalismo tem um aspecto mais intenso das teorias científicas vigentes na época, principalmente o determinismo. (O determinismo biológico atribui as capacidades físicas e psicológicas do ser humano à sua etnia, nacionalidade ou o grupo ao qual pertence).

Vale lembrar, portanto, características exclusivas do Naturalismo:

  1. Homem = animal = instinto
  2. Preferência por temas sobre anomalias humanas, patologias sexuais, focando a classe mais baixa da sociedade.

Contexto histórico e social:

  • Abolição da escravatura (1988).
  • Proclamação da República (1989).
  • Revoltas Militares.
  • Especulação na Bolsa de Valores.
  • Surgimento das primeiras escolas de direito.
  • Entrada da filosofia positivista.

Os principais autores desse movimento, indicados abaixo, pertencem respectivamente ao Realismo e ao Naturalismo:

  • Machado de Assis: Memórias Póstumas de Brás Cubas, Quincas Borba, Dom Casmurro etc.
  • Aluísio Azevedo: O Cortiço, Casa de Pensão e O Mulato.

Temos ainda, no Realismo português, Eça de Queiroz e suas maiores obras, como: O crime do padre Amaro, O Primo Basílio, Os Maias, A Cidade e as Serras.

O próximo movimento na literatura brasileira será o último do século XIX: O Parnasianismo e o Simbolismo, que se desenvolveram concomitantemente. Então até a próxima e bons estudos!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.