Escolas Literárias Luso-Brasileiras – Romantismo

Dando continuidade aos estudos de Literatura para o Enem, disciplina que abora parte dos conteúdos de Linguagens e Códigos, veremos o primeiro movimento da literatura especificamente brasileiro. O Movimento Romântico começa no Brasil em meados de 1830, século XIX, logo após a Independência Brasileira que aconteceu em 1822. A primeira obra que marca esse início é “Suspiros Poéticos e Saudades” de Gonçalves de Magalhães. Na Europa, o Romantismo já se iniciara no século anterior e os moldes europeus influenciaram os autores brasileiros.

São três as gerações do Movimento Romântico brasileiro que se diferem em suas características:

1ª Geração:

Por ser o primeiro movimento depois de trezentos anos de Colônia Brasileira, há exaltação da Pátria e da natureza brasileiras e do primeiro habitante dessa terra: o índio.

A consagrada poesia de Gonçalves Dias, Canção do Exílio, é símbolo desse período e já foi parafraseada e parodiada por muitos outros poetas, inclusive no Hino Nacional Brasileiro. O poeta exalta o amor à sua terra, ao lugar onde nasceu, ao patriotismo, ao nacionalismo, pois, para aquele contexto histórico e social, é essencial a construção da identidade nacional.

Outra característica bastante importante é o Indianismo: o índio é exaltado como o grande guerreiro, o herói, o primeiro habitante dessa terra. Temos aqui as obras: o Guarani (prosa de José de Alencar) e I Juca Pirama (poema de Gonçalves Dias), nos quais o índio aparece idealizado, quase um caucasiano, dentro, claro, dos moldes europeus: forte, valente, gentil, poeta e conhecedor das normas cultas da língua.

Imagem da Obra Iracema, de José de Alencar.
Imagem da Obra Iracema, de José de Alencar.

2ª Geração:

É conhecida como Ultrarromantismo e Mal do Século, por suas características de melancolia, exaltação à morte, pessimismo e brevidade da vida. O poeta não encontra nenhuma perspectiva em relação à vida, não há motivos para viver, vive-se então num clima de intenso pessimismo. O maior poeta dessa geração é Alvarez de Azevedo, que foi tão fortemente influenciado por Lord Byron, poeta inglês. Dentre suas maiores obras estão “Noite na Taverna” (prosa) e “Lira dos Vintes Anos” (poesia). A mulher é vista pelo eu-lírico como alguém inatingível, coisas de amor platônico, e a necessidade de morrer é latente, como única forma de acabar com o sofrimento e a dor que a vida provoca.

3ª Geração:

Temos aqui já os princípios do próximo Movimento literário brasileiro (Realismo/Naturalismo). Conhecida por condoreirismo (pela ave condor, que com suas enormes asas, expressam a liberdade), suas características são de cunho social. O poeta aqui em destaque é Castro Alves, que expressa em seu “Navio Negreiro” (poema) os horrores da escravidão no Brasil, o anseio desesperador do eu-lírico pela liberdade social.

De maneira resumida, temos aqui um panorama do Movimento Romântico Brasileiro, que foi o marco da nossa cultura. Iniciado na década de 1830, se finda em 1860, quando a sociedade anseia por novos parâmetros culturais literários, através da retratação da realidade nacional.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.