Forças conservativas e dissipativas no Enem

Em nossa postagem de hoje vamos estudar sobre um assunto muito utilizado na física, que são as forças conservativas e também as forças dissipativas. Desta maneira, vamos explicar quais são essas forças e também algumas situações comuns de exercícios do assunto. Ao final, será apresentada uma questão retirada do próprio Enem, para ilustrar como este conteúdo é abordado durante o exame.

Forças conservativas

As forças conservativas são as que mais utilizamos durante a resolução dos exercícios, e são as forças que não modificam a energia mecânica do sistema. Desta forma, as forças conservativas realizam modificações que não alteram a energia mecânica do sistema.

Por exemplo, vamos considerar a força peso: a força peso quando atua sobre um corpo irá realizar a transformação da energia potencial gravitacional em energia cinética. No entanto, já estudamos anteriormente que a energia mecânica será conservada, o que faz com que a força peso seja uma força conservativa. Outro exemplo comum é a força de uma mola, que realiza a transformação da energia potencial acumulada em energia cinética, sem alterar a energia mecânica do conjunto.

Forças dissipativas

As forças dissipativas também são conhecidas como forças não conservativas. Sendo assim, já imaginamos que estas forças são aquelas capazes de modificar a energia mecânica de um sistema. Portanto, as forças dissipativas irão transformar as energias potenciais e cinética em outras formas de energia, que podem ser calor ou até mesmo o ruído, por exemplo.

Um dos exemplos mais conhecidos das forças dissipativas é a força de atrito. Já estudamos em postagens anteriores que as forças de atrito realizam a conversão da energia cinética em calor e também em ruído.

Como este conteúdo é cobrado no Enem

Na grande maioria das situações, as forças dissipativas não são abordadas nas provas do Enem. Isso ocorre porque as forças dissipativas possuem cálculo mais complexos, o que leva a maiores dificuldades para sua realização. De maneira geral, as questões que envolvem forças dissipativas focam em apenas uma força específica (como a força de atrito citada anteriormente), de modo a evitar uma complexidade maior do problema. A seguir, você verá uma questão retirada do próprio Enem que aborda a transformação das energias, desconsiderando as forças dissipativas, como mencionamos anteriormente.

Uma das modalidades presentes nas olimpíadas é o salto com vara. As etapas de um dos saltos de um atleta estão representadas na figura:

Desprezando-se as forças dissipativas (resistência do ar e atrito), para que o salto atinja a maior altura possível, ou seja, o máximo de energia seja conservada, é necessário que:”

a) A energia cinética, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia potencial elástica representada na etapa IV.

b) A energia cinética, representada na etapa II, seja totalmente convertida em energia potencial gravitacional, representada na etapa IV.

c) A energia cinética, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia potencial gravitacional, representada na etapa III.

d) A energia potencial gravitacional, representada na etapa II, seja totalmente convertida em energia potencial elástica, representada na etapa IV.

e) A energia potencial gravitacional, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia potencial elástica, representada na etapa III.

Alternativa correta: c.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!