Tivemos vários pedidos ao longo dessa semana e optamos por iniciar nossa série de reportagens pela Educação física, uma das mais solicitadas. Para os mais apressadinhos, calma que logo aparecerão medicina, direito e jornalismo!

A profissão

Sempre que vemos um profissional de Educação Física, notamos que é uma pessoa bem humorada e de bem com a vida. Em equilíbrio com o corpo e com a mente. E, evidentemente, não é mera coincidência.
Esse profissional organiza, executa e supervisiona programas de atividades físicas e esportivas, tanto para adultos, crianças ou idosos, buscando ajudar essas pessoas a encontrar uma qualidade de vida através de exercícios físicos regulares. E como todos sabem, ter (e manter) um bom condicionamento, traz benefícios que vão muito além da boa forma. Prevenção de doenças, maior poder de concentração e boa disposição são apenas alguns dos inúmeros benefícios daqueles que seguem a risca as dicas de um bom educador físico.

Salário inicial
Segundo o Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado de São Paulo, a média salarial é de R$ 1.518,00 (São Paulo-SP) e R$ 1.180,00 (demais municípios – SP).

Onde estão os melhores cursos?
Segundo o guia dos estudantes 2012, estes são os melhores cursos de educação física do país.

Os dados estão organizados por estado e ordem alfabética.

Entrevista
Mas como é a rotina e as perspectivas desse profissional no atual mercado de trabalho? Para nos responder essas e outras dúvidas, convidamos o Educador físico Matheus Andrietta, 26 anos, formado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e que nos forneceu a seguinte entrevista. Antecipadamente já agradecemos a participação e a contribuição do Matheus.

1- Por que escolheu a educação física?
Por gostar muito de esportes e de me exercitar, sempre me identifiquei muito com a área.

2 – O que achou do curso? Cite as principais dificuldades encontradas ao longo do mesmo.
Como a maioria dos cursos superiores, não era exatamente o que esperava e nem tudo agradou. Mas acalmem-se, pois o curso possui muitas disciplinas e isso é absolutamente natural. Como informei na resposta anterior, sempre fui apaixonado por esportes e pela prática de exercícios. Obviamente as matérias que mais me encantavam eram as relacionadas as modalidades. Porém o curso de Educação Física, especialmente na Unicamp e nas principais universidades públicas, não é feito só da área das biológicas. Existe também uma base muito sólida relacionada a humanas. Piaget, Michel Foucault e outros autores são estudados a fundo. Certamente essa face das humanas da Educação Física foi, para mim, o principal desafio do curso.

3- Uma das dúvidas mais comuns entre os vestibulandos é a diferença entre os cursos de Educação física e de Ciências do Esporte. Poderia nos esclarecer?
Uma forma de entender a diferença entre os dois cursos é observar a área de atuação dos dois profissionais. No meu ponto de vista a área da Educação Física é mais ampla, pois o profissional pode atuar como professor (licenciado) ou em qualquer outra função relacionada a saúde, esportes e exercício físico (bacharel). No caso do profissional que trabalha com esporte, o leque é maior ainda, pois ele pode atuar desde a prática esportiva ligada ao lazer até o esporte profissional, de alto rendimento. Já o curso de Ciências do Esporte, está 100% vinculado ao esporte de alto rendimento. O profissional desta área irá exercer funções como técnico, preparador físico de atletas, gestão, marketing esportivo, organização de eventos esportivos, entre outras. Mas apesar de haver muita diferença entre as áreas, existe sim uma disputa por vagas entre estes profissionais no mercado de trabalho.

4 – Como é exercer a profissão de educador físico? Conte-nos um pouco sobre sua rotina.
É uma delícia! Sem dúvida é um dos ofícios mais gratificantes. Por que? Porque o profissional de educação física lida com pessoas, invariavelmente. Além de conhecer muita gente, você aprende a entender e respeitar a individualidade de cada ser humano, mesmo quando trabalha com grupos. Me formei bacharel e licenciado, porém exerci somente o bacharelado. Trabalhei em academias e também com tênis de campo. Neste período tive a oportunidade de trabalhar com crianças, é simplesmente fantástico. É óbvio que, como em qualquer profissão, nem tudo são flores. Horários malucos, com jornadas que passam pelos três períodos, fazem parte da realidade do profissional da área e desgastam muito. Mas o balanço certamente é positivo.

5- Neste momento econômico, qual a sua opinião em relação ao mercado de trabalho e as oportunidades para os profissionais da sua área?
Apesar de haver certo preconceito com relação a educação física, quando o assunto é mercado de trabalho, enxergo a realidade de outra forma. Obviamente que a média salarial ainda está muito aquém do ideal, mas boas oportunidades de emprego não faltam. Especialmente agora, que estamos a um ano da Copa do Mundo e a a três anos das Olimpíadas, as expectativas são ótimas. Estamos vivendo um momento único no Brasil com a chegada destes grandes eventos, e isso já está impactando positivamente a área.

6- Gostaríamos que desse dicas, conselhos ou qualquer outro tipo de informação que ajude nossos leitores a decidir se deverão seguir (ou não) a sua profissão. Fique a vontade!
Para você que tem certeza que quer seguir essa profissão, não dou um conselho, e sim um estímulo. Vá em frente, pois como já dito anteriormente, é um ofício muito prazeroso e as expectativas de mercado para os próximos anos são ótimas. Para você que está em dúvida entre este curso e outro, o conselho é buscar o máximo de informações possíveis. Procure saber mais sobre o curso, as disciplinas oferecidas na graduação, as principais áreas de atuação, o mercado de trabalho. Tudo. Quanto mais se informar, melhor. A internet disponibiliza muita informação, basta correr atrás. E a última dica. Após tomar sua decisão, siga em frente com determinação. Pensar no que poderia ter sido diferente não vale a pena.
Agradeço ao Portal infoEnem pela oportunidade e pelo espaço disponibilizado para contar um pouquinho da minha experiência. Grande abraço a todos!

E aí? Decidido? Caso ainda esteja em dúvida, separamos alguns ótimos sites e blogs que o ajudarão a entender melhor sobre essa belíssima profissão.

Portal da Educação física

Centro Esportivo Virtual

Conselho Federal de Educação Física

Blog da Educação Física

BLOG MUNDO EDUCAÇÃO FÍSICA

Blog da Professora Heloísa

Educação Física Energia

E lembre-se! Sexta-feira que vem retornamos com o nosso “Guia de Profissões 2013 – Portal infoEnem”.

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.