Guia de Profissão 2013: Enfermagem

É a ciência que estuda ações para promover, manter e restabelecer a saúde de pacientes. Assim sendo, o profissional de enfermagem atua na proteção, na promoção e na recuperação da saúde, bem como na prevenção de doenças. A atuação desses profissionais em hospitais é indispensável em todos os setores. Desde a UTI até psiquiatria. Ele coleta os dados sobre o estado de saúde do paciente por meio de exames físicos e entrevistas e faz o diagnóstico de enfermagem para estabelecer a conduta a ser seguida. Cabe ressaltar a importância de ter facilidade em lidar com pessoas, pois, além dos pacientes, trabalha em equipe com diversos outros profissionais (como médicos, nutricionistas, psicólogos, entre outros). Poderá também ser responsável pela higiene, pela alimentação e até na administração de remédios e a prescrição de curativos.

Além disso, a enfermagem não se limita ao trabalho em hospitais e clínicas. Outro campo importante é o da saúde coletiva, na qual o enfermeiro atua na promoção da saúde e na prevenção de doenças, realizando também trabalhos educativos na comunidade. Outra possibilidade é a carreira acadêmica, podendo atuar como professor no ensino superior e realizar pesquisas.

Já o licenciado está apto a atuar como coordenador e/ou ministrar aulas em cursos técnicos, seja de nível médio, seja em escolas profissionalizantes, para formar auxiliares de enfermagem.

 

Média Salarial inicial
De acordo com Sindicato dos Enfermeiros de São Paulo, o salário médio inicial é de R$ 1.900,00 (São Paulo-SP); R$ 1.710,00 (demais municípios – SP).

 

Onde estão os melhores cursos?
De acordo com o Guia dos Estudantes 2011, estes são os melhores cursos de enfermagem do Brasil.

* lista em ordem alfabética e organizada por estado

 

Entrevista
Para conhecer mais sobre as oportunidades de um enfermeiro e sobre o respectivo curso, convidamos para uma entrevista Paula Uesugi Suguimoto, graduada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP – 2008) e que no momento atua no Hospital das Clínicas da Unicamp.

1- Porque escolheu o curso de Enfermagem?
Sempre tive preferência em estudar Biologia , Química e Ciências Biológicas. Fiz vários testes e todos indicavam seguir a área da saúde. Cheguei a prestar vestibular para Farmácia e Enfermagem, optando por este pois eu queria estudar os cuidados com os doentes e a forma de ajudá-los na sua saúde.

2 – O que achou do curso? Cite as principais dificuldades encontradas ao longo do mesmo.
O curso tem período integral e a carga de estágios foi bem pesada nos primeiros semestres, pois foi meu tempo de adaptação em ambientes que causam muito sofrimento, tanto para os pacientes quanto para a família dos mesmos. Esta foi sem dúvida minha maior dificuldade, pois os profissionais devem ser fortes para diminuir a ansiedade dessas pessoas e trazer-lhes conforto. Exige bastante do nosso psicológico para nos mantermos equilibrados durante todo o processo. Além de ambientes hospitalares, também passamos por muitos dos Centros de Saúde de Campinas, assim como em Centros de Atenção Psicossociais, os quais me trouxeram um pouco de medo no início, pois não sabia lidar com esse tipo de situação. Entretanto, no decorrer dos semestres e com teorias e práticas, você entende melhor cada caso e consegue ajudar os pacientes nas suas necessidades.

3 – Como é exercer sua profissão? Conte-nos um pouco sobre sua rotina.
Trabalho na Unidade de Terapia Intensiva Adulto, atendendo pacientes clínicos e politraumatizados. Temos vinte leitos ao total, com uma equipe multiprofissional especializada. O enfermeiro é responsável pela equipe de técnicos de enfermagem e pelo posto, e deve estar atento as atividades de rotina e as intervenções de emergência. Também deve checar os materiais usados em urgência e garantir cuidado integral ao paciente. Além disso, devemos intervir em cuidados ao paciente crônico e procurar aliviar a ansiedade da família, promovendo um ambiente humanizado e respeitado. O enfermeiro é visto como líder pois está em contato direto com o paciente todos os dias, cabendo a responsabilidade da maioria dos exames realizados e transportes para exames diagnósticos. Resolvemos também a parte administrativa, como indicadores de saúde e preenchimento da escala de funcionários.

4- No atual cenário econômico brasileiro, qual a sua opinião em relação ao mercado de trabalho e as oportunidades para os profissionais de enfermagem?
O mercado de trabalho exige um tempo determinado de experiência para contrato ou especialização em alguma área. Uma ótima opção, e na minha opinião a melhor de todas, é prestar concursos públicos. A maioria exige experiência, pois assumimos um cargo de liderança , mas no decorrer dos meses o profissional adquire essa qualidade de levar a equipe ao melhor desempenho. Creio que não falta campo para o enfermeiro. Existem varias opções de trabalho. Além de hospitais, centros de saúde e psicossociais, ainda optamos pelos ¨home care¨, que cada dia mais se espalha por todo o mundo. Trata-se do cuidado domiciliar com o paciente dependente do profissional. Já para os que optarem pela carreira acadêmica, existe a possibilidade de oferecer aulas teórico-práticas para cursos técnicos ou mestrado e doutorado. Em alguns cursos de enfermagem como na Unicamp, o aluno opta pela formação de licenciatura , aumentando seu campo de trabalho.

5 – Quais as principais características que você acredita serem necessárias para quem escolher ser profissional de enfermagem?
O perfil do profissional deve ser acolhedor, humanizado, solucionador problemas e líder. Deve passar confiança a toda a equipe multidisciplinar e também a família. É o profissional que mais tem contato com o doente, então é super importante se colocar no lugar dele e tentar amenizar seu sofrimento. A pessoa deve ter iniciativa e saber lidar com problemas internos. A comunicação é um dos meios mais importantes para evitar erros. Também é fundamental estar sempre se atualizando com revistas, novos procedimentos publicados, participação em congressos etc. Portanto , gostar de ler e ouvir.

6- Gostaríamos que desse dicas, conselhos ou qualquer outro tipo de informação que ajude nossos leitores a decidir seguir (ou não) a sua profissão. Fique a vontade!
Qualquer trabalho deve ser feito com gosto. É difícil para todas as pessoas escolher uma profissão para a vida toda. Os primeiros semestres são sempre matérias básicas para a compreensão das mais complexas. Então é importante ler bastante sobre a profissão e estudar o que você fará no trabalho. Na minha opinião é uma profissão rica pelo fato de apresentar muitas ramificações e ficar a gosto de cada um. Existem vários ramos como cuidados intensivos, clínica-cirúrgica, ortopedia, neurologia, psiquiatria, oncologia, saúde coletiva, psicologia, nutrição etc. O profissional escolhe a área que melhor se identifica e sempre vai estar em contato com todas indiretamente. Para as pessoas que gostam de cuidar é o melhor caminho a seguir.

Ainda tem dúvida? Segue alguns sites e blogs que, de uma forma ou de outra, trazem ótimas informações sobre a enfermagem. E não se esqueça que sexta-feira que vem vamos falar sobre outra profissão! Alguma sugestão?

http://www.soenfermagem.net/

http://www.enfermagemvirtual.net/

http://enfermagem.bvs.br/

http://www.portaldoenfermeiro.com.br

http://enfermeiroonline.no.comunidades.net/

http://www.abennacional.org.br/

http://www.blogenfermagem.com/

http://enfermagemcontinuada.blogspot.com.br/

http://porquedeixeideserenfermeiro.blogspot.com.br/

 


*Nossos agradecimentos à profissional de enfermagem Paula Uesugi Suguimoto, pelo pronto atendimento e pela ótima entrevista!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.