Guia de Profissão 2013 – Marketing

A palavra Marketing pode assumir vários sentidos. Dessa forma, vamos entender sua origem para depois falar um pouco mais sobre o sentido que nos interessa no momento, que é o curso de Marketing.

Vindo do inglês, market significa “mercado”, marketing pode ser compreendido como o cálculo do mercado ou uso do mercado. Ou seja, em sentido estrito, é o conjunto de técnicas e métodos destinados ao desenvolvimento das vendas, mediante quatro possibilidades: preço, distribuição, comunicação e produto. Analisando de forma e sentido mais amplos, é a concepção da política empresarial, na qual o desenvolvimento das vendas desempenha um papel predominante.

Assim sendo, as pessoas formadas em marketing têm, teoricamente, o conjunto de conhecimentos necessários para estimular a venda de produtos e serviços, encontrando e aproveitando as oportunidades do mercado que atuam, com o objetivo de satisfazer o cliente e obter retorno para determinada marca, empresa ou pessoa. Cabe a esse profissional traçar (e executar) estratégias para alcançar os objetivos da empresa, como lealdade à marca, boa imagem do produto e, claro, lucro.

 

Média Salarial inicial
De acordo com o Conselho Federal de Administração, o salário inicial é de R$ 2.000,00.

 

Onde estão os melhores cursos?

Segundo o Guia dos Estudantes 2012, estes são os melhores cursos de Marketing do país.

*lista em ordem alfabética e organizada por estado

 

Entrevista
Para conhecer um pouco mais sobre essa profissão, convidamos para um bate-papo o profissional de Marketing Felipe Padovani, formado no ano de 2010 pela USP (Universidade de São Paulo). Felipe trabalha atualmente como Coordenador de Inteligência de Mercado na TV Globo.

1- Porque escolheu o curso de Marketing?
O curso de marketing era recém criado na época, como uma graduação de 4 anos na USP, e me pareceu uma alternativa ao curso de Publicidade e Propaganda. Ao ler sobre marketing versus a Publicidade, entendi que tinha o perfil mais de profissional de marketing do que publicitário. Vi também um mercado em expansão e dado a nota de corte na época, vi uma possibilidade real de entrar numa universidade pública.

2- O que achou do curso? Cite as principais dificuldades encontradas ao longo do mesmo.
Eu estava na segunda turma de marketing, o curso foi relativamente puxado em termos de carga horária de estudos, apesar de ser em único período. Todos os professores exigiam leitura prévia das aulas, com quatro mini provas (chamadas de Quizz) distribuídas ao longo do semestre com peso alto na nota final – fator que nos exigia bastante, mas fazia com que a aula fosse bastante produtiva. Outra dificuldade para mim foi o fator de mudança de cidade, saí do interior de São Paulo e fui para a capital fazer o curso, mas com o tempo acabei enxergando que era o ciclo da vida abandonarmos algumas coisas e conquistarmos as nossas.

3- Uma das dúvidas mais comuns entre os vestibulandos é a diferença entre o curso Marketing e o curso de Publicidade e Propaganda. Poderia nos esclarecer?
O marketing estuda o mercado de maneira mais ampla e a Publicidade cuida da comunicação dos produtos e serviços. Exemplificando, o profissional de marketing é responsável por definir qual produto ou serviço a empresa colocará à venda, a estratégia de preços para ele, onde esse produto será distribuído e como será comunicado. Nesse último item do marketing é que a Publicidade e propaganda se insere, já que a maior parte das grandes empresas contratam uma agência de publicidade e propaganda para ajudá-la a definir uma estratégia de comunicação para o produto.

4 – Como é exercer a profissão? Conte-nos um pouco sobre sua rotina atual e suas experiências anteriores.
A área de marketing é muito importante para toda a dinâmica da empresa, sendo que está basicamente envolvida em todas as decisões estratégicas dela, ou seja, tudo o que fazemos tem um resultado efetivo a ser verificado. Veja que comentei que o profissional de marketing é responsável por definir uma estratégia de preços, imagine que ele tome uma decisão errada nesse quesito, com certeza irá impactar toda uma organização. É bastante gratificante exercer essa profissão porque o marketing nas empresas que trabalhei (Unilever e TV Globo) tem um papel de suma importância – basicamente meu dia é focado em reuniões com fornecedores de marketing (Agências de publicidade, institutos de pesquisa de mercado, etc.) e análise de dados para tomadas de decisões. Por exemplo, nesse momento estou trabalhando em cima de um produto da TV Globo, levantando informações para definirmos como, para quem e a que preço vamos vendê-lo. Após coletar essas informações, faço uma recomendação e levo para a aprovação de um diretor. É assim que tudo acontece.

5- Neste momento econômico, qual a sua opinião em relação ao mercado de trabalho e as oportunidades para os profissionais da sua área?
É excelente! Há escassez de profissionais de marketing qualificados. Nesse sentido, como o mercado de Publicidade e Propaganda é mais restrito, porém forma muitas pessoas, eles acabam ficando com vagas de marketing. Mas um profissional de marketing certamente terá uma vantagem frente a um publicitário ao concorrer a uma vaga, já que possui conhecimentos mais completos acerca da área. Por isso, você certamente não encontrará grandes dificuldades de se encaixar no mercado de trabalho se sua região comporta sedes corporativas de algumas empresas (Dificilmente há áreas de marketing junto a plantas de fábricas das empresas), mas basicamente todas as cidades e empresas de médio porte precisam de um profissional de marketing qualificado e o maior problema muitas vezes é o entendimento das próprias organizações com relação ao papel do profissional de marketing.

Há uma excelente oportunidade para pessoas interessadas no marketing digital, ou seja, tudo o que comentei sobre o marketing, mas com o foco no ambiente digital (Celular, tablet e computador).

6 – Quais as principais características que você acredita serem necessárias para aqueles que cursam Marketing e/ou exercem a profissão?
Para o curso, acredito que uma pessoa interessada em ciências humanas e com conhecimento sólido em exatas (eu sempre fui um aluno mediano em exatas) certamente conseguirá se sair bem. Já para o futuro profissional, a área de marketing é para quem gosta de realizar, liderar e entregar resultados – ao mesmo tempo ser muito cobrado por isso.

7- Gostaríamos que desse dicas, conselhos ou qualquer outro tipo de informação que ajude nossos leitores a decidir seguir (ou não) a sua profissão. Fique a vontade!
Como eu disse anteriormente, o marketing está inserido nas mais diversas organizações, ou seja, se você gosta muito de esportes (e é um péssimo atleta) e um dia pensou em ser jornalista esportivo, pense que essa não é a única oportunidade. A Nike, o Corinthians, a CBF, o Lance (Jornal Esportivo) precisam do profissional de marketing, mas que tenha paixão e entenda de esportes. Se você curte moda, mas não tem a menor aptidão para desenhar roupas, saiba que a Riachuelo precisa de analistas de marketing que entendam de tendências da próxima coleção, entendam o tipo de roupa que deve ser distribuído em São Paulo ou em Fortaleza e que tenham paixão pelo mercado da moda. Essa é a ideia. Bom estudo e Boa sorte para todos!


 

Ainda tem dúvida? Segue alguns sites e blogues que, de uma forma ou de outra, trazem ótimas informações sobre Mareketing. E não se esqueça, sexta-feira que vem vamos falar sobre outra profissão! Alguma sugestão?

http://www.portaldomarketing.com.br/

http://blog-mkt.com/

http://www.marketingdigitaldicas.com.br/

http://www.mundodomarketing.com.br/home

http://www.blogdomarketinglegal.com.br/

*O portal infoEnem agradece ao profissional de Marketing Felipe Padovani, pela esclarecedora entrevista, que certamente ajudou nossos leitores a entender melhor essa bela carreira.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.