Guia de profissão 2013: Medicina

Finalmente o Guia de Profissão 2013 do infoEnem chegou naquele que, certamente, é o curso mais desejado dentre os estudantes que buscam ingressar no ensino superior. O assunto de hoje é a medicina, claro!

De maneira sintética, podemos dizer que a medicina é a ciência que estuda a natureza e as causas das doenças que atingem os seres humanos, tendo como foco a cura e/ou a prevenção. Para desenvolver seu trabalho, faz parte da rotina do médico realizar diagnósticos, solicitar exames, prescrever medicamentos e fazer cirurgias.

Quanto as possibilidades no mercado de trabalho, a grande maioria desses profissionais aplica seus conhecimentos em hospitais, clínicas, postos de saúde ou em consultórios próprios. Entretanto, também existem bastantes oportunidades para participar de programas de prevenção e de planejamento da saúde coletiva ou mesmo dentro de empresas. Existem ainda aqueles que optam pela carreira acadêmica, desenvolvendo pesquisas e lecionando em universidades.

Para aqueles que escolherem cursar medicina, os desafios começam bem cedo. Destaque para o vestibular, que cada vez mais apresenta uma relação candidato vaga assustadora, e para as altíssimas mensalidades cobradas pelas universidades particulares. Esses são apenas dois desafios, dentre muitos, que deverão ser superados pelos estudantes que optarem por umas das profissões mais valorizadas do mercado.

 

Média Salarial inicial

Segundo o Sindicato dos Médicos de São Paulo, o salário médio inicial é de de R$ 3.120,00 por 24 horas semanais.

 

Onde estão os melhores cursos?

De acordo com o Guia dos Estudantes 2014, estes são os 14 melhores cursos de Medicina do Brasil.

* Lista organizada por estado e em ordem alfabética
* Lista organizada por estado e em ordem alfabética

 

 

Entrevista

Para saber mais sobre as oportunidades da carreira mais cobiçada pelos vestibulandos, convidamos para um bate papo o médico Marcos Alcides Bindilatti, graduado em 1993 pela Universidade São Francisco de Bragança Paulista. No momento Marcos atua como cirurgião do aparelho digestivo e médico emergencista.

1- Porque escolheu o curso de Medicina?
Penso que a medicina é que escolhe você, e não você à escolhe. Com o passar da sua infância e depois adolescência nós temos algumas atitudes que vão se encaixando no ¨ser médico¨, como ficar sensibilizado com os problemas dos próximos e querer ajudá-los, por exemplo. A minha escolha não foi diferente. Por influência familiar, apesar de meus pais não serem médicos, eles faziam parte de uma associação de assistências para pessoas menos favorecidas e foi participando dessas assistências que logo me enxerguei como médico. Lógico que o gostar de matérias ligadas as áreas biológicas também ajudam, mas penso que não foi condição determinante.

2 – O que achou do curso? Cite as principais dificuldades encontradas ao longo do mesmo.
O curso de Medicina consiste em 6 anos de graduação e depois 3 a 6 anos de especialização, que parece ser uma eternidade. Aliás, não só parece, mas é mesmo. Você entra na faculdade e depois de alguns anos após seus amigos estarem cursando uma faculdade diferente da sua e com duração menor, é obrigado a vê-los ingressar no mercado de trabalho muito antes que você, enquanto ainda está naquela vida escola-casa-estudo. Isso parece não incomodar, mas com o passar dos anos você sente que tem que produzir e ganhar seu sustento, mas ainda está ¨só¨ estudando. Essa foi para min a grande dificuldade de fazer um curso tão longo. Apesar disso a longa duração e a grande intensidade do curso de medicina faz com que você crie laços fortes com seus colegas de classe.

3 – Como é exercer sua profissão? Conte-nos um pouco sobre sua rotina.
Ser médico é uma constante procura em ajudar o próximo. Sua vida profissional passa por várias fases que vão dos plantões de sua residência médica emendando com os plantões fora dela. Após a residência você cai definitivamente no mundo e aí pensa: ¨Pronto! Fiz uma faculdade e a especialização que eu queria e agora vou trabalhar na minha área¨. Mas muitas vezes, até realmente encontrar um lugar ao sol, você se vê trabalhando em vários lugares até se estabilizar e ter uma vida mais “normal”. No meu caso, demorou dez anos até eu chegar a condição de levar uma vida com menos correria, mesmo assim ainda não consigo ter um horário “comercial” de trabalho, ou seja, não tenho um horário fixo para chegar em casa. Mas ainda chego lá .

4- No atual cenário econômico brasileiro, qual a sua opinião em relação ao mercado de trabalho e as oportunidades para os médicos?
O Brasil está em uma fase de transições em todo o mercado de trabalho, mas a profissão de Médico está passando por uma mudança ainda mais radical. De um lado, temos um governo que não respeita os conselhos profissionais, trazendo os médicos de fora com formação e capacitação duvidosa, além de não exigir que façam a prova de Revalidação do diploma para atuarem no território nacional. No meu ponto de vista, isso influenciará muito a profissão de médico no Brasil, porque afastará novos profissionais nas aéreas básicas da medicina e com isso médicos brasileiros procurarão cada vez mais as especializações, deixando tais áreas sem os profissionais que tanto necessitam. Por outro lado, a medicina ainda é um porto seguro, não faltando oportunidades de emprego ou bons empregos.

5 – Quais as principais características que você acredita serem necessárias para quem escolher ser médico?
Para seguir a carreia de médico você tem que ter algumas características próprias, como gostar de ajudar o próximo, trabalhar em equipe, sempre querer saber o “porque “das coisas e não achar que já aprendeu tudo. Na carreira de médico você deve sempre ter em mente que muitas vezes não estará em condições ideais de trabalho, mas há uma pessoa do outro lado que estará precisando de você para ter uma condições ideais ou quase ideais.

6- Gostaríamos que desse dicas, conselhos ou qualquer outro tipo de informação que ajude nossos leitores a decidir seguir (ou não) a sua profissão. Fique a vontade!
Minha dica para todos que querem cursar medicina é ter persistência, pois tanto para entrar como também para seguir o curso vão parecer muitas pedras no caminho, motivo pelo qual manter o foco é o segredo. Quando já formado, lembre-se sempre que o dinheiro é uma consequência e não a causa da relação médico-paciente.

 

Quer ainda mais informações sobre esta belíssima carreira? Então veja os blogues e sites que recomendamos e consideramos referência em medicina. E fique ligado no infoEnem, pois semana que vem tem mais ¨Guia de Profissão 2013¨!

http://portal.cfm.org.br/

http://www.amb.org.br/Site/Home/

http://www.medicinaatual.com.br/default.aspx

http://aprendendomedicina.blogspot.com.br/

http://projetomedicina.com.br/site/

http://medicinasemsegredo.blogspot.com.br/

http://www.naodouatestado.com.br/

http://www.curtindoamedicina.com/

http://medicinabaseadaemevidencias.blogspot.com.br/

http://deco97.wordpress.com/

http://www.pauloroberto.med.br/

 


*Nossos agradecimentos ao médico Marcos Alcides Bindilatti, que mesmo tão ocupado atendeu prontamente ao nosso pedido e concedeu ótima entrevista sobre essa linda profissão.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.