História no Enem – Estudando a Cultura Indígena

Geralmente, usamos no dia-a-dia a palavra “cultura” de maneira equivocada. Costumamos associar cultura àquilo que é mais valorizado intelectualmente dentro de uma sociedade. Ou seja, a cultura da elite geralmente é a única considerada realmente cultura.

Há muitos casos atuais que ilustram isso. Entretanto, olhando para a história, um dos principais deles aconteceu na Colonização do Brasil, através da imposição da cultura portuguesa em detrimento da indígena. Um exemplo disso foram as missões jesuítas que tinham por objetivo colonizar os indígenas, isto é, impor a religião (que é um traço cultural) dos portugueses (o catolicismo, no caso) aos povos da terra nativa.

Pensando nisso, para aprimorar seus estudos, trazemos uma questão resolvida de História sobre esse assunto que caiu no Enem 2014. Confira!

Enem 2014 – Caderno Amarelo – Questão 09

O índio era o único elemento então disponível para ajudar o colonizador como agricultor, pescador, guia, conhecedor da natureza tropical e, para tudo isso, deveria ser tratado como gente, ter reconhecidas sua inocência e alma na medida do possível. A discussão religiosa e jurídica em torno dos limites da liberdade dos índios se confundiu com uma disputa entre jesuítas e colonos. Os padres se apresentavam como defensores da liberdade, enfrentando a cobiça desenfreada dos colonos.

CALDEIRA, J. A nação mercantilista. São Paulo: Editora 34,1999 (adaptado).

Entre os séculos XVI e XVIII, os jesuítas buscaram a conversão dos indígenas ao catolicismo. Essa aproximação dos jesuítas em relação ao mundo indígena foi mediada pela

a) demarcação do território indígena.
b) manutenção da organização familiar.
c) valorização dos líderes religiosos indígenas.
d) preservação do costume das moradias coletivas.
e) comunicação pela língua geral baseada no tupi.

 

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Alternativa E

O século XVI muda a maneira de pensar do homem europeu. A colonização da América, os mercados saindo do Mediterrâneo, os Humanistas do Renascimento colocando o homem como medida de todas as coisas. Durante esse período aumenta a crítica à Igreja Católica, culminando com as ações de Lutero e Calvino (Reforma Religiosa), momento delicado para a Igreja que presencia a diminuição de seus seguidores. Na expectativa de equilibrar essa balança, após o descobrimento, através da Companhia de Jesus, muitos jesuítas vieram para a América para catequizar os índios, trazendo-os para a fé cristã. Aliás, índio foi um conceito criado pelo europeu, após o descobrimento da América por Colombo, pensando que estivesse chegado às Índias. Do ponto de vista biológico, os índios brasileiros não constituem um todo homogêneo, variam muito. Falam os mais diversos idiomas. No decorrer dos anos, devido à busca por alimentos, guerras, migrações etc., proporcionaram um maior contato entre os nativos provocando diferenciações linguísticas e culturais. Há dois troncos culturais majoritários, os tupis-guaranis e os jês, e dois outros grupos também numerosos, aruaques e caraíbas. Cada um deles ainda se dividia em centenas de outros subgrupos. Porém, o tupi, por ser falado pelas tribos litorâneas que primeiro entraram em contato com os portugueses, foi elevado pelos missionários cristãos à condição de língua geral.

A resolução deste exercício foi elaborada por Luis Ricardo O. Honório, bacharel em História pela UNESP e responsável pelas resoluções de questões do caderno de Ciências Humanas das Apostilas para o Enem 2015. Clique aqui e conheça melhor o material (aproveite pois as últimas unidades estão esgotando!).

Para se inteirar ainda mais sobre o assunto, recomendamos também a leitura do texto O que é cultura?, retirado do site Alunos Online.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.