IPCA Será a Sétima Instituição Portuguesa a Aderir Enem

Após fechar acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o Instituto Politécnico de Barcelos (IPCA) confirmou que passará a utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério de classificação de estudantes brasileiros.

Com o anúncio, a instituição é a sétima a entrar na lista, que começou com as universidades de Coimbra (UC) e Algarve em 2014, e foi complementada com os institutos politécnicos de Portalegre (IPP), do Porto (IPP), de Leiria (IPL) e de Beja (IPBeja), todos com convênio fechado neste ano.

Para Francisco Soares, presidente do Inep, este acordo consiste em mais uma possibilidade para alunos de todo o Brasil conquistarem uma vaga para estudar na Europa, sem necessidade de prestar nenhum teste adicional:

A iniciativa é uma oportunidade de os estudantes brasileiros usufruírem dos acordos educacionais entre as instituições da União Europeia.

De acordo com informações retiradas de nota publicada pelo Inep, o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (nome oficial) oferece carreiras relativas a áreas que vão desde a gestão de atividades turísticas até licenciatura em engenharia para desenvolvimento de jogos digitais.

O custo da anuidade é de 1.750 euros, equivalente a cerca de R$ 7.120 pela conversão atual das moedas, que pode ser dividido em até 10 vezes. O custo de hospedagem em moradia oferecida pelo próprio IPCA é de 100 euros (R$ 407) por mês, valor que não inclui refeições.

Neste primeiro momento as datas e prazos para abertura das inscrições para estudantes estrangeiros não foram informados nem pelo instituto português nem pelo brasileiro. Para saber mais sobre o IPCA, acesse sua página na internet.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.