MEC elimina 1,5 mil candidatos por fraudes no Enem 2013

Embora não tenha ocorrido vazamento de questões, fato que certamente levaria a anulação do exame, uma tentativa de fraude foi confirmada no Exame Nacional do Ensino Médio deste ano.

No último dia 20, Aloizio Mercadante (ministro da Educação) confirmou a eliminação de 1.522 candidatos do Enem 2013 por tentativa de fraude. De acordo com o ministro, “só em Minas Gerais, foram 396”. Entretanto, da mesma maneira que adiantamos anteriormente, o ministro garantiu que não houve fraude na organização do exame.

Segundo Mercadante, o Ministério da Educação (MEC) trabalha antes, durante e depois do exame para evitar qualquer tipo de irregularidade, como a que foi investigada pela Polícia Civil de Minas Gerais.

De acordo com as investigações da Polícia Civil do referido estado, a quadrilha suspeita de ter fraudado o Enem 2013 também seria responsável por diversos outros crimes, principalmente golpes envolvendo vestibulares para ingresso no curso de medicina.

Segundo as apurações, os criminosos atuaram em Barbacena (região central de Minas Gerais) vendendo gabaritos a candidatos por preços que variavam de R$ 70 mil a R$ 100 mil. Os resultados repassados aos candidatos eram do caderno amarelo de questões do exame.

Conforme afirmou o ministro, a Polícia Civil de Minas Gerais, que investigou o caso durante 9 meses, ainda não encaminhou ao MEC o nome dos envolvidos na fraude e garantiu que as irregularidades serão apuradas com rigor.

Mercadante ainda fez questão de ressaltar que, a partir de agora, o caso é da Polícia Federal. “Confiamos totalmente na Polícia Federal para concluir esse processo e, eventualmente, encaminhar elementos concretos para tomar as providências necessárias”, acrescentou o ministro, que evitou dar detalhes sobre essa etapa da investigação.

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.