Os metais de sacrifício e a sua importância para o Enem

Em nossa postagem de hoje vamos estudar sobre um conteúdo muito importante para as provas de química do Enem, que também possuem aplicações extremamente importantes em nosso dia a dia, que são os metais de sacrifício. Para isso, vamos explicar as principais características destes metais, explorando também a sua aplicação e outras formas de proteção dos metais contra a corrosão. No final da postagem, vamos apresentar também um exercício retirado diretamente do Enem que envolve os metais de sacrifício, para que você compreenda como o conteúdo pode ser abordado durante o Exame Nacional do Ensino Médio.

Os metais de sacrifício

Você já deve saber que as estruturas metálicas são importantíssimas em nosso dia a dia, uma vez que estas estruturas são utilizadas em diversas áreas, como a construção civil e também no setor de telecomunicação. Além disso, a corrosão destas estruturas é um problema grave que, além do risco de quedas e desabamentos destes equipamentos danificados, também consome muito dinheiro, uma vez que estas estruturas e seus reparos são custosos. Desta forma, desenvolveram-se métodos e materiais para eliminar ou minimizar os efeitos da corrosão em metais, como a utilização de tintas específicas (como o zarcão), proteções feitas em polímeros e, principalmente, os metais de sacrifício.

Os metais de sacrifício são amplamente utilizados em estruturas metálicas atualmente, visto que solucionam de uma forma rápida, prática e econômica os efeitos da corrosão. Neste tipo de processo, que também recebe o nome de proteção catódica, são utilizados metais que possuem um potencial de oxidação maior que o do ferro (no caso de estruturas de ferro, que são as majoritariamente utilizadas), para que este metal se oxide no lugar do ferro da estrutura. Depois da oxidação e desgaste deste material de sacrifício, a peça pode ser reposta com facilidade, mantendo a estrutura intacta de uma forma fácil e barata. Justamente por essa praticidade dos metais de sacrifício, a técnica é a mais utilizada e, para selecionarmos o metal de sacrifício da estrutura metálica, basta escolhermos a opção de maior potencial de oxidação (ou menor potencial de redução).

Questão do Enem

Como mencionamos ao longo desta publicação, os metais de sacrifício possuem aplicações importantes em nossas estruturas, o que torna este assunto muito presente nas provas do Enem e demais vestibulares importantes. Para exemplificarmos como este conteúdo pode ser abordado durante o exame mais importante do país, vamos apresentar a seguir uma questão retirada da prova de 2020 do Enem (segunda aplicação e Enem PPL), que trabalha com os conceitos de metal de sacrifício que abordamos durante esta publicação. Aproveite para treinar o conteúdo estudado!

“Os tanques de armazenamento de gasolina podem, com o tempo, sofrer processos oxidativos, resultando na contaminação do combustível e do solo à sua volta. Uma forma de evitar tais problemas econômicos e ambientais é utilizar preferencialmente metais de sacrifício, protegendo os tanques de armazenamento.

Suponha que seja necessário usar um metal de sacrifício em um tanque de aço (liga de ferro-carbono). Considere as semirreações de redução e seus respectivos potenciais padrão.

Dos metais citados, o que garantirá proteção ao tanque de aço é o

a) zinco.

b) cobre.

c) níquel.

d) cádmio.

e) mercúrio.

Alternativa correta: A.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!