Possibilidades para a Redação do Enem 2021: Acesso à Internet no Brasil

A pandemia de Coronavírus, que teve início no ano passado, trouxe diversos assuntos “esquecidos” de volta a uma discussão nacional. No Enem 2020, por exemplo, a saúde mental foi escolhida como tema, enquanto permeou conversas em meio ao isolamento social. Ao levarmos isso em conta, uma problemática que provou-se importante ao longo do tempo em que escolas precisaram ficar fechadas, o acesso à internet, pode ser uma boa aposta para a redação do Enem 2021, caso a prova resolva utilizar-se novamente de um tópico popular e contemporâneo à pandemia.

Os estudantes de ensino básico do país foram alguns dos mais afetados pelas restrições impostas pelo Coronavírus, já que escolas precisaram ser fechadas e as aulas presenciais encerradas, para evitar a propagação da doença. Com isso, a EAD (educação à distância) transformou-se na única opção para a continuação dos estudos na realidade da pandemia. Além da questão da adaptação e absorção de conteúdo, que foi um problema para uma porcentagem considerável dos alunos, muitos sequer tiveram como chegar a esse impasse. Um grande número de brasileiros sequer têm acesso à internet e/ou a aparelhos que permitam o acesso, o que deixou-os em defasagem ainda maior nos estudos em relação aos que não se adaptaram à EAD, por exemplo.

Para tratar do tema com tranquilidade e conseguir propor intervenções viáveis, é importante, como sempre, conhecer a questão. Reunir dados de acesso à internet no país e o quanto essa falta de acesso segrega os brasileiros pode ser um bom começo. Exemplos de indivíduos e suas famílias que durante a pandemia continuaram não tendo esse acesso e, consequentemente, perderam o acesso ao estudo podem ser bons itens levados ao texto, já que muitas reportagens foram feitas sobre a questão ao longo do ano. A própria propaganda do Enem 2020, que desconsiderava completamente os alunos sem acesso ao estudo sem ser por uma escola presencial, pode ser um item extra a ser levado para a argumentação.

Reunidos os dados, é hora de argumentar e propor soluções. Com a argumentação sendo relativamente óbvia, sendo necessário apenas afirmar e comprovar que a falta de acesso à internet é grande no país e que isso faz com que muitos brasileiros fiquem segregados e sem acesso a oportunidades e serviços, a “complicação” fica por conta da proposta de intervenção. Como resolver a questão da falta de acesso no caso de um item majoritariamente fornecido por empresas privadas? O governo encarregar-se-ia de fazer acordos com essas empresas e fornecer conexões para áreas que não interessam ao mercado privado? Ou isso seria feito através de leis que exigiriam o fornecimento por todo o país? Como pessoas sem condições de bancar uma mensalidade conseguiriam pagar pela internet? Ao pensar em todas essas possibilidades, é possível desenvolver uma ou mais propostas, todas sempre bem detalhadas, como pede a prova.

O que acharam da possibilidade de tema desta semana? Ele parece mais ou menos provável de aparecer na redação do Enem 2021? Contem a opinião de vocês pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917