Redação Nota 1000: Possibilidades para a Redação do Enem PPL 2019

Finalmente, pelo menos por enquanto, chegamos à nossa side quest mais recente: a proposta do ano de 2019 do Enem PPL (para pessoas privadas de liberdade e como segunda aplicação). Relembremos:

TEXTO I

Os impactos negativos do exagero da tecnologia não ficam restritos aos aspectos comportamentais e emocionais. Há também a ameaça do sedentarismo. Uma pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) avaliou os hábitos de 21 voluntários com idade entre 8 e 12 anos e constatou que 14 deles não praticavam nenhuma atividade física. Na sala de aula a história também desanda. “A luz emitida pelo visor reduz a produção de melatonina, hormônio indutor do sono”, observa uma das pesquisadoras responsáveis. Sem a substância, fica difícil adormecer e há maior risco de despertar na madrugada. “O sono de má qualidade interfere na concretização das memórias e do aprendizado do dia”, aponta uma neuropediatra.

(Disponível em: https://saude.abril.com.br – Acesso em: 3 de jun. 2019 (adaptado)).

TEXTO II

Riscos e benefícios das novas tecnologias para crianças Segundo a Academia Americana de Pediatria (AAP), há claras evidências de que as mídias digitais contribuem substancialmente para diferentes problemas de saúde, como a obesidade e comportamentos agressivos e/ou alienados. Por outro lado, a AAP reconhece os benefícios da tecnologia na aprendizagem e nos relacionamentos sociais, a partir da interatividade possibilitada pelos diferentes dispositivos de mídia digital.

As novas tecnologias de comunicação alteraram a forma de acesso e armazenamento da memória, pois, através de imagens, sons e movimentos apresentados nos dispositivos eletrônicos de comunicação é possível fixar conteúdos, armazenar sentimentos, aprendizagens e lembranças que não necessariamente foram vivenciadas presencialmente pelos espectadores. As mídias digitais propiciam experiências culturais através de interações diversificadas, permitindo às crianças apropriarem-se do conteúdo e da comunicação baseados em suas necessidades, motivações e interesse.

(Disponível em: http://blog.smp.org.br – Acesso em: 3 jun. 2019 (adaptado)).

PROPOSTA DE REDAÇÃO

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Combate ao uso indiscriminado das tecnologias digitais de informação por crianças”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Desenvolvimento da redação

Assim como nas dos anos iniciais do Enem regular, muitas das propostas do Enem PPL até o momento trouxeram temas bastante abertos. No ano passado (2019), no entanto, já houve uma maior especificidade. A frase temáticaCombate ao uso indiscriminado das tecnologias digitais da informação por crianças” deixa bastante claros tanto o item a ser considerado quanto o seu uso por um público exato: as crianças. Há apenas dois textos motivadores, que reforçam a frase temática, que já é bastante delimitada e não precisaria dos textos motivadores para deixar isso ainda mais claro. No entanto, como sempre, os excertos serão importantes para a construção da argumentação, o que será retomado daqui a pouco.

Primeiramente, como é de costume, é necessário coletar e selecionar itens externos à proposta para embasar e comprovar as afirmações do desenvolvimento. Essa tarefa estava bastante simples no ano passado, já que as possibilidades eram das mais variadas. Era possível trazer notícias relacionadas a predadores da internet, especialmente relacionadas à pedofilia, além de mencionar o funcionamento das redes sociais e o fato de que é bastante difícil controlar o acesso a elas, já que não há nenhum tipo de restrição oficial para inscrever-se, basta mentir a idade. Mais uma opção seria mencionar o YouTube, por exemplo, e focar nas políticas da plataforma, que até recentemente não filtravam o conteúdo e pessoas de qualquer idade poderiam acessar qualquer conteúdo disponibilizado.

Com o conteúdo externo coletado e selecionado, é hora de construir a argumentação. É preciso voltar a atenção aos textos motivadores mais uma vez e perceber que tanto eles quanto a frase temática explicitam que o acesso indiscriminado de crianças às tecnologias digitais de informação é definitivamente algo negativo. Os estudos e índices relacionados comprovam isso, assim como os itens externos que serão utilizados para o embasamento da argumentação. Isso estabelecido, levando em conta as informações trazidas pelos excertos da proposta e as notícias e/ou estudos coletados externamente, deve ser bastante simples estabelecer o porquê do acesso infantil sem controle ser tão prejudicial ao desenvolvimento das crianças ao longo da produção da redação.

Por fim, tendo estabelecido as desvantagens de um uso não monitorado das tecnologias digitais da informação por crianças, o terreno fica bastante propício para a proposta de intervenção. No entanto, é necessário dar uma atenção especial a essa sugestão em específico, já que é possível cair na censura, o que acaba por ferir os Direitos Humanos e anular toda a competência, tirando a chance de conseguir até 200 pontos. Sendo assim, as sugestões podem tratar de monitoramento da atividade infantil, mas jamais através de uma censura do governo aos conteúdos, por exemplo. A atenção dos pais ao que os filhos consomem, alguma espécie de classificação indicativa de conteúdo, bem como uma fiscalização mais eficiente da inscrição nas redes sociais por idade podem ser opções de proposta de intervenção para o encerramento do texto.

O que acharam do tema do Enem PPL de 2019? Quais sugestões vocês dariam para um problema tão específico e delicado como esse? E agora que encerramos as análises das redações do Enem por ora, quais acham que serão os próximos temas? E quais temas sugeririam que fossem tratados aqui? Deixem tudo nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Entenda as diferenças dos porquês

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

As Competências Avaliadas na Redação do Enem

As Competências Avaliadas na Redação do Enem
A banca elaboradora do Enem concebe todas as questões, de todas as disciplinas e a proposta de redação baseada na Matriz de Competência do Enem, a qual é divulgada pelo Inep em seu site e é organizada em eixos e competências que têm como objetivo nortear a avaliação. Este documento é o alicerce das competências avaliadas na redação do exame, das quais falaremos logo a seguir.

I) Dominar Linguagens: dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa;
II)  Compreender Fenômenos: construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas.
III) Enfrentar Situações-Problemas: selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações – problemas.
IV) Construir Argumentação: relacionar informações, representadas em diferentes formas e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente.
V) Elaborar Propostas: recorre aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Tags:

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917