Resolução e tolerância de equipamentos no Enem

Em nossa postagem de hoje vamos estudar sobre um assunto muito importante e que está diretamente relacionado com os números, mas que pode ser aplicado na matemática, física e química. Vamos estudar sobre a resolução e tolerância de alguns equipamentos. Para isso, além de apresentarmos os conceitos importantes para a resolução deste tipo de problema, vamos estudar também com uma questão retirada diretamente das provas do Enem, para que você compreenda como este assunto pode ser abordado durante o Exame Nacional do Ensino Médio.

Resolução e tolerância de equipamentos

Quando trabalhamos com a incerteza e a tolerância dos equipamentos, estamos interessados em saber qual é a faixa de valores que estes objetos podem marcar em relação ao valor real da medida e também qual a menor variação de grandeza que pode ser medida. Todos os equipamentos de medição possuem a sua própria resolução e tolerância, cujos valores serão menores de acordo com a construção do equipamento (e o seu preço). Por exemplo, as balanças possuem uma tolerância e resolução na medição de massa, enquanto paquímetros e micrômetros possuem tolerância e resolução baseada em medida. Diante disso, vejamos a seguir estes dois conceitos:

  • Resolução: A resolução de um equipamento de medição é indica a menor variação na grandeza que pode ser percebida pelo instrumento. Por exemplo, em um régua, a menor variação percebida é um milímetro. Já para um micrômetro, esta variação cai para a casa dos micrometros. No caso das balanças digitais, normalmente são verificadas variações em gramas, mas isso irá depender do tipo de equipamento!
  • Tolerância: Já a tolerância, que também é muito importante, é utilizada para representar as variações que podem ocorrer em relação a uma medida exata. Por exemplo, é normal que alguns instrumentos possuam tolerância de ±1%. Assim, se utilizarmos uma balança com esta tolerância para medir a massa de um objeto que possui exatamente 100g, os valores indicados pelo instrumento poderão estar entre o intervalo de 99 e 101 gramas.

Apesar de simples, estes conceitos são importantíssimos para definir a utilização de equipamentos corretos, e também para definir a resolução necessária para cada situação. Isso porque, quanto menor a tolerância e resolução dos equipamentos, maior tende a ser o preço.

Questão do Enem

Como mencionamos ao longo do texto, este assunto é extremamente importante para as aplicações do nosso cotidiano. Consequentemente, as questões que envolvem as tolerâncias e resoluções de equipamentos estão cada vez mais frequentes nas provas do Enem e vestibulares importantes, uma vez que este tipo de problema também permite a utilização de problemas do dia a dia. Com o objetivo de exemplificar como este conteúdo pode ser abordado durante o Enem, vamos apresentar a seguir um exercício retirado da prova de 2020 do Enem (aplicação digital), que utiliza os conceitos abordados acima. Aproveite para exercitar o conteúdo estudado!

“A resolução de um instrumento de medição é definida como a menor variação de uma grandeza que pode ser medida. O paquímetro é um instrumento de medição de grandezas de comprimento linear. Um fabricante de componentes para portões eletrônicos produz eixos com diâmetros diferentes e possui paquímetros com resoluções de 0,02 mm (paquímetro A) e 0,05 mm (paquímetro B). Um funcionário dessa empresa mediu um eixo com diâmetro nominal de 11,0 mm com uso do paquímetro A, e outro eixo com diâmetro nominal de 12,5 mm com o paquímetro B.

Quais são as possíveis leituras obtidas com o uso dos paquímetros A e B, em milímetro, respectivamente?”

a) 11,01 e 12,50

b) 11,02 e 12,51

c) 11,04 e 12,55

d) 11,05 e 12,50

e) 11,06 e 12,54

Alternativa correta: C.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/