Usando ‘O Tigre Branco’ na Redação

Quando vi o trailer de O Tigre Branco nas primeiras semanas de 2021 em meu perfil na Netflix, rapidamente coloquei o longa na minha lista de filmes para ver mais tarde. Enrolei um pouco para assistir, mas não me arrependo nem um pouco da minha decisão: O Tigre Branco é um retrato cruel, visceral e real dos dias atuais.

O filme se passa na Índia e conta a história do motorista Balran Halwai, que vem da miséria e busca ascender socialmente por meio do trabalho duro. Na Índia, os trabalhadores são muito obedientes, e isso é visto como virtude; ao longo da narrativa, Balran compara os trabalhadores com as galinhas que sabem que irão para o abate, mas não se rebelam.

Balran dirige para o “senhor Ashok”, filho do rico The Stork, e para sua esposa Madame Pinky, uma indiana naturalizada dos Estado Unidos; tanto Ashok quanto Pinky, em um primeiro momento, mostram estranheza com a postura subserviente de Balran, mas com o tempo colocam o trabalhador “em seu lugar”.

Com um plot twist de tirar o fôlego, o filme foi muito comparado a outros sucessos sociais recentes como O Poço e Parasita. Todos esses filmes não são do mainstream estadunidense, mas foram distribuídos pelo serviço da Netflix, fazendo com que as narrativas do terceiro-mundo chegassem em diversos locais. Vale muito a pena dedicar duas horas do seu dia para assistir O Tigre Branco.

A seguir, confira algumas dicas de como usar o enredo do filme em redações do ENEM e de outros vestibulares! Cuidado com os spoilers! Nossa dica é: veja o filme antes de ler os pontos tratados a seguir, ok?

Todos os temas que serão abordados a seguir já foram temas de artigos aqui no InfoENEM. Para ler mais sobre eles na íntegra acesse este link.

MORADIA

A falta de moradia não é um problema exclusivo do Brasil ou da Índia, mas de muitos países em desenvolvimento. Durante toda a trama de O Tigre Branco a moradia é um tema frequente: Balran mostra como cresceu em uma família gigante, onde todos dividiam colchões no chão e a mesma casa – dignidade, higiene, privacidade não eram necessariamente presentes em sua vila. Ao começar a trabalhar como motorista, espera-se que a situação de Balran melhore, mas isso não ocorre. Ele divide um quartinho com outro motorista, dormindo no chão; ao ir para a capital com o patrão, dorme em um quarto imundo e cheio de baratas.  Devemos lembrar que a moradia é considerada um direito fundamental para a dignidade humana. Moradores de rua e aqueles que vivem em situações de risco não têm a garantia desse direito de forma plena.

SANEAMENTO BÁSICO

Como dito antes, o protagonista Balran vem de uma situação social muito vulnerável, sendo assim o acesso ao saneamento básico foi quase inexistente durante toda sua vida. Mesmo a higiene básica não foi ensinada para ele, que em um momento do filme destaca, com um misto de vergonha e repulsa, que seu pai nunca lhe ensinou que era preciso escovar os dentes.

Mobilizar a narrativa de O Tigre Branco pode ser uma maneira de mostrar como a falta de saneamento básico atinge países do Terceiro Mundo. Além dessa falta ser uma violação aos direitos humanos, estima-se que uma parte das doenças atendidas por unidades emergenciais de saúde sejam causadas pela falta de acesso ao saneamento básico.

Trabalho escravo e exploração trabalhista no século XXI

Balran, assim como quase todos os trabalhadores indianos, era vítima de exploração em seu trabalho. Trabalhando muitas horas, sem um salário digno, sendo humilhado e acusado de crimes constantemente. Quando o protagonista ascende socialmente e se torna empreendedor, dono de uma startup, uma das principais coisas que faz como patrão é garantir que seus empregados tenham dignidade no trabalho, lhes pagando salários justos, assim como assumindo uma postura responsável como empregador.

Balran pode ser usado tanto como exemplo de um escravo moderno, quanto como um exemplo de patrão que cumpre com as leis.

Para você existem outras maneiras de usar esse filme na redação? Conta pra gente nos comentários!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Sobre o Autor

Raphaele Godinho
Raphaele Godinho

Raphaele Godinho: Estudante de Relações Internacionais, coordenação do movimento Resgatando e Valorizando a Mulher, Three Dot Dash Global Teen Leader 2020 by We Are a Family Foundation.