X-Men e o Iluminismo

Muitos filmes, séries, quadrinhos e livros famosos da cultura pop estão intrinsecamente ligados com a filosofia. Uma dessas séries, é a mundialmente famosa “X-Men” (que se faz presente nos quadrinhos, nos filmes e afins). Para quem não conhece, a franquia de X-Men foi apresentada ao público pela primeira vez em 1963, no quadrinho The X-Men #1. A história diz respeito a um grupo de humanos que desenvolveram habilidades mutantes ao longo da vida – eles são vistos pelos cientistas como seres mais evoluídos que o Homo Sapiens Sapiens, o que gera muita desconfiança em pessoas que não possuem habilidades mutantes, ocasionando pautas ligadas ao preconceito. Esses humanos evoluídos não necessariamente são bons, existem mutantes do mal, como o Magneto (um dos personagens mais conhecidos da trama) – e para combater estes mutantes malignos, os X-Men surgem. Liderados pelo Professor Charles Xavier (um dos maiores telepatas da Terra, que também é milionário), que cria um instituto para treinamento de jovens mutantes, utilizando a doutrina da “harmonia inter-racial”, com o objetivo de desenvolver mutantes pacíficos que ajudem a humanidade a progredir. Uma das frases mais simbólicas do Professor Xavier é a seguinte: “A humanidade não é ruim, está apenas desinformada”, e ela será nosso ponto de partida. Há muito mais informações sobre a história dos X-Men, mas vamos nos basear somente nos fatos mais simples sobre a série, e a partir daqui iremos explorar os conceitos de Iluminismo e entender como se correlacionam com a trama de X-Men!

O iluminismo

O movimento conhecido como Iluminismo surgiu na Europa no século XVIII, e tinha como força norteadora o desenvolvimento intelectual, o conhecimento, para a consolidação de ideias como liberdade política e econômica, defendidas pela classe burguesa. Em um momento onde o Absolutismo e a força da igreja eram realidades, o iluminismo foi revolucionário, visto que pregava que a razão – e não a religião – poderiam trazer progresso para a humanidade. Essa corrente de pensamento pregava a fé nas leis da natureza, a crença dos direitos naturais (vida, liberdade e propriedade), criticava os privilégios do clero e da nobreza, e também dirigiam fortes críticas para a Igreja Católica (mesmo que não excluísse a ideia da existência de Deus). Para aprofundar seus conhecimentos na temática do Iluminismo, acesse esse artigo do InfoENEM!

X-men e Iluminismo

Com uma base sobre a série X-Men e também sobre a corrente filosófica do Iluminismo, já estamos prontos para estabelecer um paralelo entre ambas as coisas. Em primeiro lugar, precisamos nos lembrar que o Iluminismo pregava o conhecimento como chave para o progresso da humanidade, bem como defende que todo ser humano nasce com direitos naturais (vida, liberdade e propriedade). Ao pensarmos sobre esses fatores, podemos estabelecer conexões com X-Men. Na frase icônica do Professor Xavier, citada anteriormente, é clara a alusão de que os seres humanos precisam de conhecimento para que deixem de se parecer “maus” – com o conhecimento, o preconceito contra os mutantes também acabaria, seguindo essa linha de pensamento, afinal de contas, somente a razão poderia fazer com que os humanos compreendessem que a diferença os mutantes não é necessariamente ruim; a partir desse entendimento, a ideia de harmonia inter-racial e de progresso seria possível, assim como prega o Iluminismo. Além disso, se nos basearmos na ideia de que todos os seres humanos – inclusive os mutantes – detém direitos naturais, como liberdade e vida, o preconceito ao qual eles são submetidos na série vai contra as ideias presentes no Iluminismo, que deram base para o mundo como é hoje, pós-Revolução Industrial.

Questão – Enem 2013

Os produtos e seu consumo constituem a meta declarada do empreendimento tecnológico. Essa meta foi proposta pela primeira vez no início da Modernidade, como expectativa de que o homem poderia dominar a natureza. No entanto, essa expectativa, convertida em programa anunciado por pensadores como Descartes e Bacon e impulsionado pelo Iluminismo, não surgiu “de um prazer de poder”, “de um mero imperialismo humano”, mas da aspiração de libertar o homem e de enriquecer sua vida, física e culturalmente.

CUPANI, A. A tecnologia como problema filosófico: três enfoques, Scientiae Studia. São Paulo, v. 2 n. 4, 2004 (adaptado).

Autores da filosofia moderna, notadamente Descartes e Bacon, e o projeto iluminista concebem a ciência como uma forma de saber que almeja libertar o homem das intempéries da natureza. Nesse contexto, a investigação científica consiste em

a) expor a essência da verdade e resolver definitivamente as disputas teóricas ainda existentes.

b) oferecer a última palavra acerca das coisas que existem e ocupar o lugar que outrora foi da filosofia.

c) ser a expressão da razão e servir de modelo para outras áreas do saber que almejam o progresso.

d) explicitar as leis gerais que permitem interpretar a natureza e eliminar os discursos éticos e religiosos.

e) explicar a dinâmica presente entre os fenômenos naturais e impor limites aos debates acadêmicos.

ALTERNATIVA CORRETA – C

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Raphaele Godinho
Raphaele Godinho

Raphaele Godinho: Estudante de Relações Internacionais, coordenação do movimento Resgatando e Valorizando a Mulher, Three Dot Dash Global Teen Leader 2020 by We Are a Family Foundation.