Concurso Público Usará Notas do Enem em Minas Gerais

O governo do estado de Minas Gerais inovou ao anunciar, no final de maio, que utilizará o desempenho no Enem 2015 como uma das etapas para o Concurso Público para o cargo de especialista em políticas públicas e gestão governamental.

Segundo secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, o Exame Nacional do Ensino Médio corresponderá a primeira fase do processo seletivo do certame. De acordo com ele, assim como ocorre com o ensino superior, o Enem serve com uma ferramenta para democratizar o acesso à fundação e ao governo mineiros.

Para participar o interessado deve realizar a inscrição no exame, até esta sexta-feira (05), e posteriormente se inscrever diretamente no certame, no prazo entre 25 de julho a 20 de setembro. As taxas totalizam R$ 183, com custos de R$ 63 e R$ 120, respectivamente.

Aqueles que obtiverem nota média mínima de 350 pontos nas quatro provas objetivas do Enem e conquistarem desempenho igual ou superior a 500 na redação, estarão automaticamente classificados para a etapa seguinte. Esta será constituída por provas dissertativas de matemática e história, sendo aplicadas no dia 17 de janeiro de 2016.

Os 80 candidatos com maior pontuação serão aprovados, devendo se matricular no curso de administração pública da Fundação João Pinheiro, que tem duração máxima de 5 anos e oferece um salário mínimo para os alunos. A única exigência para ingresso no curso, além da pré-seleção, é possuir diploma do ensino médio.

Ao término do curso, aqueles que atenderem a uma série de pré-requisitos serão nomeados para atuar num dos órgãos ou entidades ligados ao Poder Executivo mineiro, com salário incial que pode chegar na casa dos R$ 4.780.

Fonte: G1

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.