Redação do ENEM: Tema e Escrita

No último texto, dissemos que, no próximo, responderíamos dúvidas sobre como “pegar embalo” na escrita da redação do ENEM e, hoje, começaremos esta tarefa pontuando questões que pensamos ser relevantes acerca deste assunto e, a primeira delas é a relação entre o tema da proposta de redação e a escrita propriamente dita.

O ensino de língua materna, ou seja, da Língua Portuguesa, no Brasil, é tradicionalmente temático. Os livros didáticos, por exemplo, que são os materiais didáticos mais utilizados nas escolas brasileiras, sobretudo nas públicas devido ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), que avalia e distribui gratuitamente livros didáticos e paradidáticos às instituições públicas cadastradas, têm por eixo organizador, em sua maioria, temas; suas unidades e/ou capítulos são estruturados por temas dos mais diversos tipos, como por exemplo, meio ambiente, valores éticos, cultura popular, consumo, política etc e esta tradição temática perpassa os livros didáticos por meio da atuação do professor de Língua Portuguesa que, obviamente, não precisa seguir o livro de capa a capa, já que tem sua autonomia e pode decidir o melhor modo de utilizar o material didático.

O ensino de língua materna é tão pautado em temas que os principais vestibulares e exames brasileiros possuem, em suas provas de produção textual, dissertações-argumentativas temáticas (algo também muito tradicional), o que gera grande ansiedade por parte de professores e alunos a fim de descobrirem o tema da redação do ENEM, por exemplo. Damos tanta importância para isso que todos preocupam-se muito com esta questão e tentam adiantar e trabalhar ao máximo diferentes temas a fim de acertar. Nós mesmos, no InfoEnem, publicamos ao longo dos anos vários textos com os possíveis temas da redação do ENEM, fruto de um ensino tipicamente temático.

Porém, é importante ressaltar que não basta, apenas, estar atualizado, antenado e saber muito sobre diversos temas se, por meio da escrita, não é possível exprimir adequadamente e proficientemente o que se deseja. Claro que entender acerca do tema da proposta de redação é fundamental, mas isso só terá valor se a escrita, a redação em si atingir seu objetivo e este é um processo longo, que deve começar na alfabetização e que nunca termina, já que sempre estamos aprendendo a ler e a escrever diferentes gêneros.

Portanto, de nada vale preocupar-se em saber o próximo tema da redação do ENEM se a escrita não consegue atingir a sua meta na prova de produção textual que é, por sua vez, resumido a grosso modo, redigir uma dissertação-argumentativa (um tipo textual, não um gênero; algo que deveria ser debatido, já que há mais de quinze anos os documentos oficiais brasileiros falam em educação por gênero e não tanto por tipo) que atenda aos critérios de avaliação das bancas elaboradora e corretora, sobre os quais já escrevemos vários textos.

Atentar-se aos prováveis temas e à escrita, em conjunto, são os primeiros passos que devem ser dados ao iniciar os estudos em produção escrita, não apenas para a preparação para o vestibular e o ENEM. Ter esta consciência e postura é essencial.


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada e mestranda em Letras/Português pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP – Atua na área de Educação exercendo funções relativas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em grandes universidades públicas. Participou de avaliações e produções de diversos materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação.

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos leitores! Suas publicações serão sempre às quintas-feiras, não percam!

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem.