Dúvidas sobre a TRI usada no Enem? O infoEnem responde

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), embora já tenha se consolidado como a prova mais importante do país, ainda causa muita desconfiança em milhares de estudantes. Parte deste medo é reflexo da tensão que esses vestibulandos enfrentam, afinal estão começando a decidir sua carreira profissional.

Entretanto, uma boa parcela dessa insegurança vem também da falta de informação e conhecimento da maneira como o Inep (órgão responsável pela elaboração da prova) calcula as notas dos participantes. A conhecida e ao mesmo tempo incompreendida Teoria de Resposta ao Item (TRI) ainda é um mistério para muitos.

Mas fique tranquilo que o maior portal do Enem na internet não deixará seus leitores na mão. O infoEnem dará, nas próximas semanas, atenção especial para as dúvidas enviadas para nós referentes à TRI. E você é nosso convidado especial.

Primeiramente, uma breve introdução sobre o assunto.

A TRI é um sistema matemático capaz de analisar as questões que cada participante respondeu corretamente e dar um peso específico para cada acerto, baseando-se na dificuldade e no conhecimento necessário para solucionar cada uma. Em outras palavras, tal sistema permite identificar possíveis “chutes” dos candidatos.

De acordo com o próprio Inep, o modelo de TRI adotado no exame é do matemático logístico criado por Birbaum (1968), que avalia três parâmetros para então chegar à nota final. São eles:

  1. poder de discriminação, referente às habilidades dos participantes.
  2. o grau de dificuldade de cada questão.
  3. a probabilidade de acerto ao acaso, popularmente conhecido como “chute”.

Modelo matemático a parte, uma das consequências mais intrigantes da sua utilização é que participantes com o mesmo número de acertos podem ter notas totalmente diferentes. Outro exemplo que causa desconfiança é que provas totalmente “em branco” não têm notas “zero”.

Estranho, não é?

Vale ressaltar que, por mais esquisito que possa parecer, essa análise feita pela TRI funciona de verdade! Tanto que é usada em diversos países do mundo todo.

Agora, após essa breve introdução, é hora de participar para que não leve nenhuma insegurança por falta de conhecimento para os dias da prova. Envie um e-mail para nosso portal ([email protected]) ressaltando suas dúvidas sobre a TRI que teremos o maior prazer de respondê-las nos próximos artigos sobre o assunto.

Sua participação é muito importante para nós!

Sobre o Autor

InfoEnem
InfoEnem

Portal InfoEnem - O portal mais completo do Enem. 10 anos abordando os principais assuntos do maior vestibular do país. - Artigos; - Notícias; - Apostilas; - Cursos On-line.