Taxa de Inscrição do Enem 2015 Pode Sofrer Aumento

Mantida desde 2004 no valor de R$ 35 por estudante, a taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio pode aumentar na edição deste ano.

O ajuste fiscal e a redução orçamentária, motivadas pelo aperto nas contas do governo federal, são os principais fatores que podem levar uma possível elevação do custo da taxa que confirma a participação do candidato no Enem 2015.

De acordo com matéria da Folha de São Paulo, o assunto foi discutido na semana passada em reunião entre a presidente Dilma Rousseff e o recém-nomeado ministro da educação, Renato Janine Ribeiro. Perguntado sobre a confirmação da mudança, Janine informou que a questão ainda não foi definida.

Vale esclarecer que, apesar de representar receita fundamental para os cofres da união, a arrecadação da taxa de inscrição deve incidir sobre uma pequena porcentagem dos inscritos no exame nacional. Isso porque, conforme as regras do Enem, candidatos que irão concluir o terceiro ano do ensino médio na rede pública de ensino ou que possuem renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa (R$ 1.182), podem solicitar a isenção do valor.

No Enem 2014, por exemplo, 73,5% do total não pagaram os 35 reais referentes a taxa, o que representa um total de 6.411.770 dentre os 8,7 milhões de inscritos confirmados. Considerando-se todos os participantes, independentemente de serem ou não isentos, a contribuição média foi de R$ 9,28 por candidato, ao passo que cada um custou R$ 52 para o Ministério da Educação (MEC).

O artigo publicado pela nossa fonte ainda destaca que, se for levado em consideração o acúmulo da inflação oficial no período desde que foi instituída a taxa atual, que é de 11 anos, o custo da inscrição do Enem seria equivalente a R$ 62.

Apesar dos indícios, o reajuste ainda não é certo. Devemos aguardar o lançamento do Edital do exame, que deve sair em breve, para confirmar a especulação.

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.