Redação Nota 1000: Possibilidades para a Redação do Enem PPL 2017

Na proposta de redação do Enem PPL (para pessoas privadas de liberdade e segunda aplicação) de 2017, mais uma vez nos deparamos com um assunto que tem grande relevância no contexto atual: a busca pelo encaixe em padrões de beleza específicos e idealizados. Relembremos o tema:

TEXTOS MOTIVADORES

TEXTO I

A beleza parece caminhar em uma linha tênue entre as escolhas do indivíduo e a imposição coletiva. Se, por um lado, cada um pode buscar a beleza da maneira que considerar melhor para si, por outro, cuidar da beleza torna-se um imperativo. Modelos funcionam como fonte de comparação social e a exposição às imagens idealizadas da mídia tem como efeito uma redução no nível de satisfação dos indivíduos com relação à própria imagem. Este processo de comparação social também influencia fortemente a autoestima do indivíduo. A percepção de uma discrepância acentuada entre o eu real e o eu ideal gera ansiedade e sentimento de insatisfação com relação ao seu autoconceito e, consequentemente, uma redução na sua autoestima. Na tentativa de atingir um ideal estético socialmente aceito, muitos se dedicam a uma luta incansável para esculpir o corpo perfeito e aproximar-se de um padrão de beleza.

FONTES, O. A.; BORELLI, F. C.; CASOTTI, L. M. Como ser homem e ser belo? Um estudo exploratório sobre a relação entre masculinidade e o consumo de beleza.

Disponível em: http://seer.ufrgs.br. Acesso em: 22 jun. 2015 (adaptado).

Texto II
TEXTO III

Os transtornos alimentares mais relevantes em nosso contexto sociocultural são a anorexia e a bulimia nervosas. A anorexia nervosa se  caracteriza pelo pavor descabido e inexplicável que a pessoa tem de engordar, com grave distorção da sua imagem corporal. Para atingir esse padrão de “beleza” inatingível, o anoréxico se submete a regimes alimentares bastante rigorosos e agressivos. Já a bulimia nervosa se caracteriza pela ingestão compulsiva e exagerada de alimentos, geralmente muito calóricos, seguida por um enorme sentimento de culpa em função dos “excessos” cometidos. Não podemos perder de vista que a formação da autoimagem corporal de cada pessoa está fortemente influenciada pela maneira como a sociedade “impõe” o que é ter um corpo esteticamente apreciável.

SILVA, A. B. B. Bullying: mentes perigosas nas escolas.

Rio de Janeiro: Objetiva, 2010 (adaptado).

PROPOSTA DE REDAÇÃO

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Consequências da busca por padrões de beleza idealizados”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Desenvolvimento da redação

Os textos motivadores tratam exclusivamente de problemas relacionados à busca de padrões estéticos impostos e expostos socialmente. No primeiro, há a menção à busca  por padrões incentivados por uma exposição às redes sociais e suas imagens perfeitamente construídas (trataremos da questão dessas redes mais adiante). Na imagem que representa o texto dois, podemos ver a inconveniência da imposição de padrões no exemplo do questionamento ao casal em questão, que coloca em pauta para o relacionamento até mesmo a altura dos dois, que seriam os únicos a quem tal questionamento deveria interessar, se interessar. No terceiro excerto já conferimos algo um pouco mais específico, os distúrbios alimentares que a busca por um corpo perfeito imposto socialmente pode causar.

A partir da leitura atenta dos textos motivadores, como sempre precisamos buscar e selecionar conteúdos além deles. No caso do tema de 2017, essa tarefa pode ser bastante simples, já que há exemplos midiáticos constantes de problemas relacionados à busca de padrões de beleza. Infelizmente, há muitos casos de pessoas que sofrem com os riscos de cirurgias puramente estéticas, além daqueles que se arriscam nas mãos de “profissionais” que não poderiam realizar procedimentos estéticos que só são autorizados para cirurgiões, como o caso famoso do “Dr. Bumbum”. Pode-se mencionar também a criação das redes sociais como o Instagram e o Facebook, nas quais normalmente retrata-se uma imagem e vida perfeitas, o que, muitos teorizam, pode colaborar para a insatisfação com a auto imagem do observador.

Após a leitura cuidadosa dos textos motivadores e a seleção de itens externos para a construção e o embasamento da argumentação, é hora de construir o texto. A frase temática quer que tratemos das consequências da busca por padrões de beleza idealizados. Para tanto, pode-se retomar a questão das redes sociais, estabelecendo que, após a invenção destas, cresceu a exposição a modelos ideais de corpo, rosto, cabelo, altura, etc. cuidadosamente fabricados para essa mesma exposição. Antes disso e até a atualidade, há também as mídias física e visual, como revistas e TV, que também promovem imagens específicas em relação a corpo, cabelo e rosto através de modelos com padrões de beleza estabelecidos e não muito variáveis. A partir daí, é possível relacionar os distúrbios alimentares e as buscas exageradas e prejudiciais a um padrão estético a essa exposição exagerada a modelos em sua maior parte fabricados de beleza. Sendo assim, ficam estabelecidas as consequências ruins da busca, que acaba afetando a saúde corporal e mental dos indivíduos.

Por fim, é preciso sugerir uma intervenção para o problema. Aqui é necessário um cuidado grande com a organização das palavras. Nada relacionado à censura ou regulamentação de conteúdo, tanto para as redes sociais quanto para as mídias visuais e físicas, pode ser colocado, já que pode ferir os direitos humanos e, consequentemente, zerar os pontos na quinta competência na correção. Uma boa saída seria, então, sugerir às próprias mídias e redes sociais que variem e incentivem a exposição dos mais variados tipos de beleza, além de realizar campanhas que mencionem a possibilidade das imagens veiculadas não retratarem com fidelidade a realidade, para que o público não se sinta desvalorizado ao comparar-se com ideais que, em boa parte das vezes, foram alcançados com programas de computador e/ou cirurgias plásticas e procedimentos estéticos invasivos. Detalhando-se bem a proposta, as chances de conseguir uma boa pontuação nesse quesito é enorme!

O que acharam do tema de 2017? Já se sentiram não muito bem por conta de ideais vistos em fotos em redes sociais ou na TV e revistas? Lembraram-se nestes momentos de que muito provavelmente a foto estava fortemente editada? Contem tudo pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

As Competências Avaliadas na Redação do Enem

As Competências Avaliadas na Redação do Enem
A banca elaboradora do Enem concebe todas as questões, de todas as disciplinas e a proposta de redação baseada na Matriz de Competência do Enem, a qual é divulgada pelo Inep em seu site e é organizada em eixos e competências que têm como objetivo nortear a avaliação. Este documento é o alicerce das competências avaliadas na redação do exame, das quais falaremos logo a seguir.

I) Dominar Linguagens: dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa;
II)  Compreender Fenômenos: construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas.
III) Enfrentar Situações-Problemas: selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações – problemas.
IV) Construir Argumentação: relacionar informações, representadas em diferentes formas e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente.
V) Elaborar Propostas: recorre aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917