UnB Não Usará Mais Bônus Regional no Vestibular e Sisu

Em encontro realizado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) no último dia 22, a Universidade de Brasília (UnB) optou por extinguir o bônus regional que era concedido a candidatos das regiões de abrangência dos campi de Planaltina, Gama e Ceilândia.

Conforme a regra vigente até então, concorrentes que haviam realizado no mínimo dois anos do Ensino Médio em escolas situadas nessas localidades teriam acréscimo de 20% no processo seletivo próprio da universidade ou no desempenho do Enem, utilizado pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Na oportunidade em que foi lançado, esse benefício tinha como finalidade garantir que parte das vagas destinadas aos cursos fora do campus Darcy Ribeiro fosse ocupada por estudantes das regiões anteriormente citadas.

Em estudos recentes, entretanto, gestores da UnB identificaram que no Programa de Avaliação Seriada (PAS), em que o bônus não é adotado, tal inclusão regional já vem ocorrendo de forma natural. Soma-se a isso, ainda, o fato da instituição aderir a Lei de Cotas, cujo percentual de reserva de vagas reservadas previsto para 2016 é de 50% do total.

De acordo com o decano de Ensino de Graduação Mauro Rabelo, estes fatores levaram a UnB a abrir mão da prática do bônus regional. Ele explicou que inclusive houve uma inversão na proposta do benefício na última edição do sistema do governo:

O efeito do bônus na nota do Enem é muito grande e tem gerado uma distorção no acesso via Sisu: praticamente só têm entrado nesses campi, pelo sistema universal, alunos da região de abrangência. E isso não tem possibilitado a mobilidade nacional proposta pelo Sisu desde a sua implementação.

Em nota, o Cepe informou que irá avaliar a exclusão do benefício no final do ano que vem.

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Andrietta
Matheus Andrietta

Fundador do Portal InfoEnem.