Possibilidades para a Redação do Enem 2021: A importância do investimento na atividade científica no Brasil

Assim como na questão da preservação da cultura e da história do país, tratar da importância do investimento na atividade científica no Brasil na proposta de redação do Enem 2021 pode ter duas motivações: a importância permanente do tópico e o tratamento recente dado a ele, que culminou em uma intensificação das discussões. O sucateamento e os grandes cortes em investimentos nas pesquisas feitas no país nos últimos anos  reacenderam os debates acerca da importância do assunto.

Já que as discussões mais recentes iniciaram-se por conta de cortes nos investimentos, tais atitudes do governo podem ser um bom tópico inicial de pesquisa. Quais as justificativas do governo para os cortes? De quanto foi a diminuição no investimento? A seguir, pode ser bastante interessante descobrir o porquê desses cortes terem causado tanta comoção no meio acadêmico e na mídia. Por que a pesquisa em território nacional é importante? Quais os benefícios e resultados que ela traz para a ciência em si e para a sociedade como um todo? Talvez nas mesmas notícias tratando dos cortes já haja depoimentos de pesquisadores mencionando tudo isso, algo que pode dar um norte para um aprofundamento com mais leitura nessa questão (é claro que, além do Google, sempre pode ser uma boa opção pedir sugestões de leitura para os professores, no caso de quem está em alguma instituição de ensino). Conhecer as principais pesquisas (em toda e qualquer área, pode ser alguma de sua preferência, para que sirva de exemplo na construção da argumentação) em território nacional, bem como as instituições que mais contribuem para isso (dica: universidades públicas são o maior reduto de pesquisas do país) também é uma boa bagagem para adquirir.

Na construção da argumentação, há dois caminhos possíveis, um o “inverso” do outro. Estabelecer a importância das pesquisas, o quanto as instituições públicas nacionais contribuem na quantidade e na qualidade das mesmas, bem como seus resultados para a sociedade, culminando em grandes prejuízos acadêmicos e sociais ao haver corte de gastos neste campo é uma possibilidade de formato. O caminho “contrário” também pode ser uma opção: inicia-se demonstrando os cortes e/ou a negligência de governos em geral quando se trata de pesquisas científicas. A partir disso, pode-se mencionar a importância da investigação científica e os consequentes malefícios da falta de investimento para a sociedade e para o meio acadêmico.

Com a problemática estabelecida, é hora de, como sempre, sugerir soluções. É perfeitamente possível propor intervenções ao longo da redação, mas deixá-las para o último parágrafo, a conclusão, pode facilitar bastante a organização dos pensamentos antes e durante a escrita. No caso do investimento em pesquisas no Brasil, muito provavelmente a resolução é estabelecer investimentos mínimos obrigatórios para cada governo. Campanhas de conscientização sobre a importância das pesquisas para a sociedade como um todo podem também contribuir bastante, já que, ao fazer com que o cidadão comum preste atenção na questão e perceba o quanto será prejudicado com esse sucateamento, ele pode passar a cobrar mais seus representantes e/ou votar nos que demonstrarem interesse em resolver a questão.

O que acharam do tema desta semana? Parece mais fácil ou mais difícil do que os anteriores? Já produziram algum texto relacionado a ele? Quais outras propostas de intervenção trariam para essa redação? Contem tudo pra gente nos comentários e até mais!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917