Processos de separação de misturas no Enem

Em nossa postagem de hoje vamos tratar de um assunto muito importante para a química e para o nosso dia a dia, que são os processos de separação de misturas. Estes processos são fundamentais em nossas vidas uma vez que a maioria dos materiais que encontramos não são puros, mas sim misturados com outras substâncias. Desta maneira, iremos apresentar os principais processos de separação de misturas, além de uma questão retirada de provas anteriores do Enem, para ilustrar como este conteúdo é abordado no exame.

Como a quantidade de processos de separação de misturas é muito grande, mostraremos apenas os processos mais utilizados, que são os mais cobrados no Enem e outros vestibulares. Para isso, vamos dividi-los em duas seções: os processos de separação de misturas heterogêneas e os processos de separação de misturas homogêneas.

Processos de separação de misturas heterogêneas

Os processos de separação de misturas heterogêneas são, no geral, mais simples que os outros. Os principais processos para separar misturas heterogêneas são:

  • Catação: o processo de catação é o mais simples possível, onde utiliza-se a mão ou outro instrumento para realizar a separação. Quando utilizamos a mão para escolher o feijão, estamos realizando uma catação.
  • Levigação: no processo de levigação, utiliza-se a água para separar sólidos com densidades diferentes. No garimpo, a levigação é utilizada para separar o ouro da areia.
  • Decantação: a decantação, que é um processo de separação sólido-líquido, espera-se a sedimentação da parte densa, retirando a parte de menor densidade que ficou na parte de cima do recipiente. Quando é utilizada uma mangueira para retirar a parte de menor densidade, o processo leva o nome de sifonação.
  • Filtração: é o processo de maior eficiência entre os citados até aqui. Na filtração, utiliza-se de micro furos que permitem a passagem do líquido e enquanto seguram a passagem do sólido. Por exemplo, utilizamos os filtros para coar café.

Processos de separação de misturas homogêneas

Já os processos de separação das misturas homogêneas são mais complicados, uma vez que envolvem a mudança de fase de uma fase. Entre estes processos, vamos citar as destilações simples e fracionada. Não estaremos interessados, neste momento, na apresentação da aparelhagem utilizada (que não é simples!), mas sim no processo global.

  • Destilação simples: No processo de destilação simples, participam uma fase líquida e uma sólida. Desta maneira, a forma mais volátil é aquecida até entrar em ebulição e, após isso, é condensada em um recipiente separado. Assim, são obtidas as duas formas separadamente.
  • Destilação fracionada: já na destilação fracionada, são separados os componentes de uma mistura líquido-líquido, como os derivados de petróleo, por exemplo. O processo é similar à destilação simples, mas conta com uma coluna de fracionamento, que serve para separar os componentes de volatilidade diferentes.

Questão do Enem

Para ilustrar como este conteúdo é cobrado no Enem, veja a seguir uma questão da prova de 2014, que utiliza o assunto desenvolvido acima.

O principal processo industrial utilizado na produção de fenol é a oxidação do cumeno (isopropilbenzeno). A equação mostra que esse processo envolve a formação do hidroperóxido de cumila, que em seguida é decomposto em fenol e acetona, ambos usados na indústria química como precursores de moléculas mais complexas. Após o processo se síntese, esses dois insumos devem ser separados para comercialização individual.

Considerando as características físico-químicas dos dois insumos formados, o método utilizado para a separação da mistura, em escala industrial, é a”

a) filtração.

b) ventilação.

c) decantação.

d) evaporação.

e) destilação fracionada.

Alternativa correta: e.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!