Soluções químicas na prova do Enem

Em nossa postagem de hoje vamos abordar um assunto muito utilizado nas provas de química do Enem, que são as soluções químicas. Para isso, além de explicarmos rapidamente sobre o que é uma solução química, vamos estudar com detalhes as diferentes formas de classificar estas soluções. Ao final desta postagem, será apresentada uma questão retirada do próprio Enem, com o objetivo de ilustrar como este conteúdo costuma ser abordado durante o Exame Nacional do Ensino Médio.

Classificação das soluções químicas

Antes de falarmos sobre as diferentes formas de classificar uma solução química, vamos entender o que é uma solução. Uma solução química nada mais é que uma mistura entre dois ou mais elementos presentes em uma reação química. Uma vez que temos centenas de possibilidades de elementos e estados destes elementos, as soluções químicas podem ser classificadas de diversas maneiras. A seguir, vamos apresentar as principais classificações.

Classificação quanto a razão soluto/solvente

A classificação das soluções que leva em consideração a razão soluto/solvente é a mais importante e utilizada nas questões de química. Nesta classificação, podemos classificar as soluções de 4 modos diferentes.

  • Soluções diluídas: Nas soluções diluídas, a quantidade de soluto é muito menor que a quantidade de solvente, estando a solução química totalmente diluída.
  • Soluções concentradas: Já as soluções concentradas apresentam uma grande quantidade de soluto em relação ao solvente, o que resulta em uma solução que não está totalmente dissolvida.
  • Soluções saturadas: Nas soluções saturadas, a quantidade de soluto é a máxima permitida para a solução. Desta forma, aumentando a concentração de soluto a solução apresentará um composto precipitado.
  • Soluções supersaturadas: As soluções supersaturadas apresentam uma quantidade de soluto superior a máxima quantidade permitida, tornando a solução química instável.

Classificação em relação ao estado de agregação

Já em relação ao estado de agregação, podemos ter soluções químicas sólidas, líquidas e gasosas:

  • Solução sólida: As soluções sólidas apresentam componentes no estado sólido para temperatura ambiente.
  • Solução líquida: Da mesma forma, as soluções líquidas possuem componentes no estado líquido para temperatura ambiente.
  • Soluções gasosas: Na temperatura ambiente, as soluções gasosas apresentarão componentes no estado gasoso.

Questão do Enem

Como falamos no início desta postagem, será apresentada a seguir uma questão retirada da prova de 2013 do Enem, que aborda a utilização das soluções químicas. Aproveite para treinar o conteúdo apresentado nesta postagem, verificando as diferentes classificações da solução!

“ A varfarina é um fármaco que diminui a agregação plaquetária, e por isso é utilizada como anticoagulante, desde que esteja presente no plasma, com uma concentração superior a 1,0 mg/L. Entretanto, concentrações plasmáticas superiores a 4,0 mg/L podem desencadear hemorragias. As moléculas desse fármaco ficam retidas no espaço intravascular e dissolvidas exclusivamente no plasma, que representa aproximadamente 60% do sangue em volume. Em um medicamento, a varfarina é administrada por via intravenosa na forma de solução aquosa, com concentração de 3,0 mg/mL. Um indivíduo adulto, com volume sanguíneo total de 5,0 L, será submetido a um tratamento com solução injetável desse medicamento.

Qual é o máximo volume da solução do medicamento que pode ser administrado a esse indivíduo, pela via intravenosa, de maneira que não ocorram hemorragias causadas pelo anticoagulante?”

a) 1,0 mL.

b) 1,7 mL.

c) 2,7 mL.

d) 4,0 mL.

e) 6,7 mL.

Alternativa correta: d.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!