Possibilidades para a Redação do Enem 2021: Sistema Carcerário

Como já comentamos, os assuntos tratados pelo Enem podem vir de duas fontes, majoritariamente. Uma delas é a problemática que permeou os assuntos no ano anterior, caso da vacinação, da pandemia e da saúde mental em 2020, por exemplo. No mais, há as problemáticas que permeiam a sociedade há mais tempo, como a violência, a proteção ao meio ambiente e outras pautas sociais, econômicas ou ambientais. O tópico de hoje encaixa-se nessa segunda categoria: falaremos do sistema carcerário brasileiro.

Inicialmente, é bom relembrar que a redação do Enem sempre requer uma proposta de intervenção em relação à questão. Sendo assim, será necessário estabelecer quais os problemas antes de sugerir soluções. Infelizmente não é difícil estabelecê-los quando se trata do nosso sistema carcerário. Superlotação, demora em julgamentos, inocentes sendo encarcerados por pura confusão de dados, etc. Como a lista de problemas não é pequena, não é nada difícil encontrar informações em fontes idôneas comprovando tudo. A série do programa Fantástico, da rede Globo, sobre inocentes presos por conta dos erros mais esdrúxulos possíveis do judiciário pode ser um bom começo. No mais, ter em mente os índices da população carcerária, da porcentagem dessa população que ainda aguarda julgamento e qual o tempo médio dessa espera também pode ser interessante. Há, ainda, especialistas que afirmam que os presídios, como são gerenciados hoje no Brasil, acabam sendo uma “escola do crime”, já que a separação entre infratores comuns (até mesmo inocentes apenas aguardando julgamento) e criminosos de maior potencial ofensivo não costuma ser tão rígida, o que também pode ser um bom objeto de pesquisa, juntamente às opiniões dos estudiosos que afirmam que o judiciário brasileiro tem grandes defasagens e brechas, o que acaba afetando principalmente os que não têm condições de pagar por bons advogados, enquanto que grandes crimes cometidos por indivíduos com dinheiro por vezes acabam ficando praticamente impunes.

Recolhidas as informações acerca do sistema carcerário brasileiro atual, é hora de comprovar a problemática com os dados. Nesse caso, é possível escolher um tópico e tratá-lo a fundo (caso os textos motivadores não delimitem um ponto específico e acabem deixando a pauta mais “geral”) ou tratar de mais de um dos problemas observados. De qualquer forma, é necessário sempre organizar muito bem o texto: estabelecer uma tese, um ponto central e desenvolvê-lo com argumentos que se ligam bem entre si, sem fazer com que a produção pareça uma “lista” de informações das quais você foi se lembrando e escrevendo na folha de redação, ok?

Problemática comprovada com os argumentos e dados estabelecidos, é hora de, como já é de praxe, propor soluções. A proposta deve ser sempre, como já dito nesta mesma coluna várias vezes, bem detalhada, concreta, viável e respeitosa aos Direitos Humanos. Sendo assim, nada que incite ainda mais violência em relação ao sistema carcerário será uma boa ideia, já que pode facilmente fazer com que duzentos pontos sejam cortados da nota final (quinta competência zerada). Em contrapartida, medidas que agilizem e/ou organizem o sistema e garantam mais segurança para a sociedade com penas justas e efetivamente aplicadas podem ser boas possibilidades.

O que acharam do possível tema de hoje? Mais ou menos provável do que os anteriores da coluna? Já escreveram alguma redação sobre o sistema carcerário brasileiro? Como foram? Contem tudo pra gente nos comentários e até mais!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2021!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917