Redação Nota 1000: A Redação na FUVEST em 1977 – primeira fase

No ano de 1977, o processo seletivo para ingresso na Universidade de São Paulo (USP) contou com temas de redação em ambas as suas fases. Nesta semana, trataremos do primeiro tema do ano em questão e suas possibilidades. Porém, não foi possível encontrar na internet nenhum material como o Manual do Candidato relativo a esse ano. Então, trabalharemos com as propostas apenas, por enquanto. Assim que for possível encontrar o manual do ano sendo analisado, usaremos as referências dele para construir nosso texto e analisar suas possibilidades, ok?

Vamos relembrar, então, a proposta da primeira fase:

Na proposta de redação da primeira fase, temos o que pode parecer, a princípio, uma possibilidade de texto simples de ser escrita. No entanto, numa reflexão mais intensa, podem surgir dúvidas sobre o que fazer, já que o tema parece ser tão simples e abrangente. Analisemos item a item para afunilar e incrementar as possibilidades.

  • Inicialmente, deve-se observar com atenção a imagem disponível. Ao fazê-lo, o aluno pode perceber que há uma placa com a palavra “Canil” escrita. Deduz-se, então, que os personagens da cena estão neste local. Há também um menino vestido com roupas que nos remetem há décadas mais iniciais do século XX, talvez? Em seu rosto, há um semblante de dúvida e/ou desconfiança que, por sua vez, analisa a atitude do adulto na imagem, que porta os mesmos tipos de roupas esconde com ambas as mãos em suas costas um animalzinho, muito provavelmente um filhote de cachorro, por tratar-se justamente de um canil;
  • A proposta ainda exige que o aluno utilize-se apenas do elemento desta cena. Isso não quer dizer que não se pode nem mencionar outros lugares, pessoas ou situações, mas sim que os constituintes da cena devem obrigatoriamente estar na história (caso seja essa a opção de construção de texto) e devem obrigatoriamente ser os protagonistas;
  • Nos detalhes técnicos, o texto deve conter um título (não é opcional, como no Enem) e ter entre 20 e 25 linhas (ou seja, provavelmente os textos com menos de 20 eram bastante prejudicados na nota). Além disso, deve ser em prosa, ou seja, o formato de poema está completamente descartado.

Tendo analisado com cuidado as instruções e elementos constituintes da proposta, podemos partir para as possibilidades de construção. Aqui, como mencionado no artigo da semana passada que tratava das competências avaliadas, é importante concentrar-se em escrever corretamente na norma culta da língua portuguesa e atentar-se à coesão e coerência do texto, mesmo não sendo possível (ou talvez seja?) construir uma dissertação argumentativa. Ou seja, deve-se evitar sempre saltos muito grandes na narrativa (já falaremos desta possibilidade) e frases mencionando eventos desconexos e/ou contraditórios entre si.

Relembrados os devidos cuidados em relação à estrutura textual, pensemos nas possibilidades: a descrição pode ser uma delas, mas talvez seja bastante arriscada, visto que uma descrição simples levou apenas algumas linhas para ser feita, logo acima. No entanto, é possível construir uma descrição mais detalhada, de forma mais poética (no sentido das qualidades do texto, não no formato, ok?), remetendo a elementos que a imagem faz com que o autor se lembre e/ou fazendo deduções acerca da vida, das personalidades e dos sonhos dos personagens na figura.

A narrativa talvez seja a opção mais segura para o tema do ano de 1977, já que 20 linhas podem ser facilmente alcançadas sem a necessidade de detalhar exageradamente a imagem em análise. Pode-se usar a cena em questão como clímax da história (ou seja, houve um desenrolar até que se chegasse àquele momento) ou desenvolver eventos que ocorrem apenas ali. Pode haver conversas entre os personagens e o autor pode posicionar-se como sendo o menino contando a história, o homem ou até mesmo o cachorrinho! Além disso, há a possibilidade de ser um narrador em terceira pessoa, aquele que observa e conta, mas não participa dos eventos.

E então, o que acharam do tema da primeira fase da primeira prova da história da FUVEST? Qual vertente escolheriam para desenvolver o tema? Narrativa? Descrição? Ou têm algum outro gênero no qual se arriscariam? Contem tudo pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Além das postagens sobre os temas de redação toda semana, você pode se preparar ainda mais para a prova de redação do Enem com o curso de redação Nota 1000 do portal InfoEnem! Você fará redações que serão corrigidas no mesmo modelo do Enem, e receberá comentários e dicas da nossa equipe! Clique aqui para saber mais sobre o curso de redação!

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!

Por quê, Porquê, Porque e Por que: aprenda a diferença entre cada um para não errar no Enem!

A língua portuguesa é de fato muito rica e por isso traz um grande número de possibilidades para algumas palavras e isso, às vezes, pode causar dúvidas aos falantes de seu idioma. Uma dessas dúvidas mais comuns está ligada ao uso dos “porquês”. Na fala não há motivo nenhum para preocupação, mas na hora da escrita em norma padrão quase sempre é feita uma consulta para saber a diferença entre um e outro e não fazer feio no texto.
https://infoenem.com.br/por-que-porque-porque-e-por-que-aprenda-a-diferenca-entre-cada-um-para-nao-errar-no-enem/

O que é SiSU?

É o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de ensino superior (federais e estaduais) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
https://infoenem.com.br/como-funciona-o-sisu/

Manual do SISU e PROUNI

Manual do SISU e PROUNI

Receba gratuitamente

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Vanessa Christine Ramos Reck
Vanessa Christine Ramos Reck

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas(2011). Tem experiência na área de Letras. http://lattes.cnpq.br/6444202678156917